Petrobras pode pagar até US$ 5 bi em novos dividendos, prevê Credit Suisse

Cálculos levam em conta prévia operacional divulgada ontem e venda de ativos como refinaria e polos; ações sobem perto de 2% nesta quinta
Plataforma da Petrobras na Bacia de Campos: ações voltam a subir nesta quinta-feira, dia 10 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Exame/Germano Lüders)
Plataforma da Petrobras na Bacia de Campos: ações voltam a subir nesta quinta-feira, dia 10 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Exame/Germano Lüders)
Por Da RedaçãoPublicado em 10/02/2022 13:13 | Última atualização em 10/02/2022 13:13Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Petrobras (PETR3, PETR4) pode distribuir de 1,5 bilhão a 5 bilhões de dólares em dividendos relativos ao quarto trimestre de 2021. A projeção é da equipe de analistas do Credit Suisse a partir dos dados de produção -- a prévia operacional -- divulgados na noite de quarta-feira, dia 9.

As ações da petrolífera sobem cerca de 1,5% (PETR3) e 1,8% (PETR4) no início da tarde desta quinta, dia 10.

O relatório do banco de investimentos foi distribuído ontem à noite. O cálculo para os dividendos leva em conta a geração orgânica de caixa e outras fontes de capital que podem ser relevantes para os lucros.

No lado de ingresso de capital, os analistas Regis Cardoso e Marcelo Gumiero, do Credit Suisse, apontam três fontes:

(i) 1,8 bilhão de dólares da venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia, para o Mubadala Capital, divisão de private equity do fundo soberano de Abu Dhabi;

(ii) 0,5 bilhão de dólares da venda do Polo Miranga para a PetroRecôncavo (RECV3);

(iii) 0,3 bilhão de dólares da venda do Polo Carmópolis para a Carmo Energy.

Do lado de saída de dinheiro, há os 6,7 bilhões de dólares em pagamento de dividendos em dezembro.

Segundo os analistas do Credit Suisse, a Petrobras tinha 11,5 bilhões de dólares em caixa ao fim do terceiro trimestre, montante que pode ser reduzido para 8,5 bilhões de dólares a fim de liberar de 3 bilhões a 3,5 bilhões de dólares em dinheiro para dividendos adicionais.

O resultado financeiro da Petrobras está marcado para ser divulgado no próximo dia 23, depois do fechamento do mercado.