Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta terça-feira, 16, uma nova metodologia para sua política de preços de diesel e gasolina, abandonando a baseada na paridade de importação. A empresa já havia informado que uma nova política de preços estava em discussão.

Novo modelo de precificação

O novo modelo de precificação, segundo a companhia será lastreado  em dois fatores: "o custo alternativo do cliente, como valor a ser priorizado na precificação e o valor marginal para a Petrobras".

"O custo alternativo do cliente contempla as principais alternativas de suprimento, sejam fornecedores dos mesmos produtos ou de produtos substitutos, já o valor marginal para a Petrobras é baseado no custo de oportunidade dadas as diversas alternativas para a companhia dentre elas, produção, importação e exportação do referido produto e/ou dos petróleos utilizados no refino", explicou a Petrobras.

Por que a Petrobras mudou a política de preços

A Petrobras afirmou que a nova estratégia busca considerar "a melhor alternativa acessível aos clientes".

"Essa estratégia permite a Petrobras competir de forma mais eficiente, levando em consideração a sua participação no mercado, para otimização dos seus ativos de refino, e a rentabilidade de maneira sustentável", afirmou.

A Petrobras espera que a mudança traga mais "flexibilidade para praticar preços competitivos, se valendo de suas melhores condições de produção e logística e disputando mercado com outros atores que  comercializam combustíveis no Brasil, como distribuidores e importadores".

A companhia ainda informou que s reajustes continuarão sendo feitos sem periodicidade definida, o que, segundo a Petrobras, deve evitar a internalização das volatilidades do petróleo no exterior e do câmbio.

Gasolina mais barata?

A mudança na política de preços da petrobras era um desejo antido do governo e do próprio presidente da Petrobras, Jean Paul Prates. Em entrevista recente ao O Globo, inclusive, Prates afirmou que os preços dos combustíveis serão "inexoravelmente mais baixos".

No final da manhã desta terça-feira, Prates afirmou que a estatal reduzirá em R$ 0,40 por litro o preço médio de venda da gasolina tipo A para as distribuidoras,. Dessa maneria, a partir de amanhã, dia 17 de maio, o valor passará de R$ 3,18 para R$ 2,78 por litro. 

Prates também anunciou que a empresa reduzirá em R$ 0,44 por litro o preço médio de venda de diesel tipo A para as distribuidoras, que passará de R$ 3,46 para R$ 3,02 por litro. Os preços do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), mais conhecido como gás de cozinha, também terá uma redução de R$ 0,69 por quilo no preço médio.

Em nota divulgada logo após o anúncio, a Petrobras destacou que o valor efetivamente cobra ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores, como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro das distribuidoras e da revenda.

*matéria atualizada após entrevista do CEO da Petrobras 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Petróleo fecha em baixa, diante de incertezas sobre cortes de oferta da Opep

seloMercados

Petróleo fecha em baixa, diante de incertezas sobre cortes de oferta da Opep

Há 5 horas

Ouro fecha dia e semana em alta, em meio a otimismo com Fed menos agressivo

seloMercados

Ouro fecha dia e semana em alta, em meio a otimismo com Fed menos agressivo

Há 5 horas

Bolsas da Europa fecham em alta, com otimismo por juros e economia global

seloMercados

Bolsas da Europa fecham em alta, com otimismo por juros e economia global

Há 6 horas

Petrobras (PETR4) aprova alterações no estatuto social… Mas vai impactar os dividendos?

seloMercados

Petrobras (PETR4) aprova alterações no estatuto social… Mas vai impactar os dividendos?

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais