Patinando nos 99 mil pontos, Ibovespa não acompanha alta das bolsas globais

Principal índice da bolsa fechou a terça-feira, 21, em queda de 0,17%, na contramão dos índices americanos e europeus. Queda da Petrobras e ata do Copom influenciaram o dia
Principal índice da bolsa fechou a terça-feira, 21, em queda de 0,17%, na contramão dos índices americanos e europeus. Queda da Petrobras e ata do Copom influenciaram o dia (Patricia Monteiro/Bloomberg via/Getty Images)
Principal índice da bolsa fechou a terça-feira, 21, em queda de 0,17%, na contramão dos índices americanos e europeus. Queda da Petrobras e ata do Copom influenciaram o dia (Patricia Monteiro/Bloomberg via/Getty Images)
Por Bianca Alvarenga, Beatriz QuesadaPublicado em 21/06/2022 17:59 | Última atualização em 21/06/2022 17:59Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Ibovespa hoje: sem conseguir sair do lugar, o principal índice da bolsa brasileira terminou a terça-feira, 21, com uma ligeira queda de 0,17%. Apesar de ter passado parte da manhã em alta, o Ibovespa perdeu força e não conseguiu acompanhar o movimento dos principais índices globais, que tiveram mais uma sessão de recuperação.

  • Ibovespa: - 0,17%, aos 99.684 pontos

Ontem, 20, as bolsas americanas permaneceram fechadas, em razão de um feriado local. A retomada das operações nos Estados Unidos e o momento favorável no exterior levaram o dólar a uma trégua, e a moeda encerrou o dia cotada a R$ 5,15.

  • Dólar comercial: - 0,63%, a R$ 5,154

A alta do Ibovespa foi limitada, em parte, pela queda das ações da Petrobras (PETR3/PETR4), que, representam, juntas, cerca de 11% da carteira teórica do Ibovespa. Apesar da leve alta nos preços do petróleo no exterior, os papéis da Petrobras reagiram ao embate entre governo e estatal, que ganhou novos capítulos na noite de ontem.

  • Petrobras (PETR3): - 1,06%
  • Petrobras (PETR4): - 1,99%

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a estatal, mesmo após a renúncia do presidente José Mauro Coelho. Por sua vez, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, endossou as críticas e afirmou que já estão sendo recolhidas assinaturas para abertura da CPI.

Após reunião com líderes partidários para debater a situação na véspera, Lira defendeu ainda uma alteração na lei das estatais por medida provisória para aumentar o alinhamento entre conselheiros e União. A crítica está direcionada às alterações na norma implementadas em 2016, na esteira da Operação Lava-Jato, para impedir a interferência política na empresa.

Ata do Copom

Outro fator que freou o desempenho do Ibovespa foi a divulgação da ata da reunião da última semana do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom). O documento foi avaliado como mais hawkish, ou seja, favorável ao aumento da taxa de juros.

Na decisão, o BC já havia contratado uma nova alta de juros de igual ou menor magnitude para a próxima reunião, de agosto. O Copom elevou a taxa básica de juros em 0,5p.p., levando a Selic de 12,75% para 13,25% ao ano.

No exterior, inflação e juros saíram temporariamente do radar para dar lugar à recuperação. Na semana passada, as bolsas americanas perderam US$ 2 trilhões em valor de mercado após o Federal Reserve (Fed, banco central americano), subir a taxa de juros dos EUA em 0,75 ponto percentual (p.p.) – maior elevação desde 1994.

A turbulência deu lugar à correção nos mercados globais. Nos Estados Unidos, onde as bolsas estiveram fechadas por conta do feriado no pregão de ontem, os ganhos foram ainda maiores. O principal destaque de alta fica com o índice de tecnologia Nasdaq, que é justamente o mais afetado pelo cenário de juros mais altos que derrubou as bolsas na última semana.

  • Dow Jones (EUA): + 2,15%
  • S&P 500 (EUA): + 2,45%
  • Nasdaq (EUA): + 2,51%
  • Stoxx 600 (Europa): + 0,36%

    Destaques de ações

    As ações da Vale (VALE3) subiram 0,6% nesta terça. A alta minimiza o recuo de 2,47% na véspera, quando investidores estavam preocupados com a retomada da economia chinesa. Nesta terça, um movimento de correção levou o minério de ferro a se recuperar em Singapura, subindo 2,7% após uma sequência de oito dias de baixa. 

    • Vale (VALE3): + 0,66%

    No dia, as empresas de tecnologia apareceram entre as maiores altas do Ibovespa. Totvs (TOTS3) e Locaweb (LWSA3) tiveram valorização perto de 3%. Os papeis do setor sobem em linha com a forte recuperação do segmento no mercado americano.

    Já a WEG (WEGE3) repetiu a alta de ontem, 20, quando o papel teve sua recomendação elevada para “compra” pelo BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da EXAME).

    • WEG (WEGE3): + 4,98%
    • Totvs (TOTS3): + 3,58%
    • Locaweb (LWSA3): + 3,04%

    Na ponta negativa, ações mais prejudicadas pelo aumento na taxa de juros lideraram as perdas. As empresas de educação Yduqs (YDUQ3) e Cogna (COGN3) ficam entre as maiores baixas do dia.

    • Cogna (COGN3): - 4,76%
    • Yduqs (YDUQ3) : - 3,45%
    • Lojas Renner (LREN3): - 3,18%