Mercados

Ouro supera US$ 1.250 a onça pela primeira vez na história

A commodity registrou o maior valor da história em Londres em meio à desconfiança dos mercados sobre a recuperação econômica

O London Bullion Market, mercado de metais preciosos, vendeu o ouro ao maior valor histórico nesta terça-feira (8/6) (Getty Images)

O London Bullion Market, mercado de metais preciosos, vendeu o ouro ao maior valor histórico nesta terça-feira (8/6) (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de junho de 2010 às 10h45.

Londres - O ouro estabeleceu um novo recorde em Londres ao chegar a 1.251,85 dólares a onça, superando pela primeira vez na história a cota dos 1.250 dólares ante persistentes temores sobre a recuperação econômica mundial.

O ouro, tradicional valor de refúgio, chegou aos 1.251,85 dólares às 09H25 GMT no mercado londrino dos metais preciosos, o London Bullion Market, que serve de referência mundial.

Leia mais notícias sobre commodities

Acompanhe tudo sobre:CommoditiesEuropaLondresMetrópoles globaisPreçosReino Unido

Mais de Mercados

Galípolo, vendas do varejo nos EUA e Eneva (ENEV3): o que move o mercado

Atentado eleva patrimônio de Trump em R$ 6,5 bilhões

Cade abre procedimento para apurar acordo de codeshare da Azul e Gol

Quem ganha e quem perde no mercado no caso da vitória de Trump?

Mais na Exame