Acompanhe:

Omega mostra queda de 3% na produção de energia em prévia operacional de 2022

No quarto trimestre, entretanto, a quantidade de energia gerada foi de 2,068 GWh, aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior

Velocidade mais fraca do vento impactou a produção da empresa ao longo do ano (Andres Stapff/Reuters)

Velocidade mais fraca do vento impactou a produção da empresa ao longo do ano (Andres Stapff/Reuters)

K
Karina Souza

Publicado em 23 de janeiro de 2023, 12h05.

Última atualização em 23 de janeiro de 2023, 12h08.

A Omega Energia teve uma produção de 6,805 GWh no ano de 2022, 3% abaixo do ano anterior e também 3% abaixo do guidance da empresa, em torno de 7 mil a 7,9 mil GWh. O principal motivo está relacionado à velocidade mais fraca do vento ao longo do ano, que derrubou a produção dos complexos Delta (queda de 9% ano a ano) e do Chuí (de 3% ano a ano). 

No quarto trimestre, entretanto, a companhia teve uma produção maior do que a do mesmo período de 2021. A produção ficou em 2,068 GWh, um incremento de 2%, com a menor velocidade do vento sendo ofuscada por novos ativos em operação (Assuruá 4 e Ventos da Bahia 3).