Invest

Nvidia supera Apple e se torna a segunda empresa mais valiosa do mundo

Companhia de chips para inteligência artificial sobe 5% na bolsa e bate US$ 3,011 trilhões em valor de mercado

Jensen Huang, fundador e CEO da Nvidia (I-HWA CHENG/Getty Images)

Jensen Huang, fundador e CEO da Nvidia (I-HWA CHENG/Getty Images)

Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Repórter de Invest

Publicado em 5 de junho de 2024 às 17h40.

Última atualização em 5 de junho de 2024 às 18h43.

Tudo sobreNvidia
Saiba mais

A Nvidia se tornou a segunda maior empresa do mundo em valor de mercado ao superar a Apple. O feito foi alcançado após as ações da companhia terem subido 5% no pregão desta quarta-feira, encerrando a US$ 1.224. Com a alta, o valor de mercado da companhia foi catapultado para US$ 3,011 trilhões. O patamar é apenas 4,5% abaixo do valor da Microsoft, a mais valiosa do mundo.

A valorização da Nvidia está em 155% somente neste ano, acumulando alta de 3.265% em cinco anos.

A disparada dos papéis reflete o ganho de relevância da companhia no cenário mundial diante da necessidade de seus chips para rodar programas de inteligência artificial. Big techs, como Amazon, Meta, Tesla e Microsoft já teriam feito encomendas bilionárias pelos chips.

Resultado na veia

No resultado divulgado no fim de maio, a Nvidia apresentou uma alta de lucro de 628% para US$ 14,8 bilhões. O lucro por ação foi de US$ 6,12, acima do consenso de mercado, que era de US$ 5,60. Desde o balanço, as ações da Nvidia subiram quase 30%.

Acompanhe tudo sobre:NvidiaAppleMicrosoftAções

Mais de Invest

Realização de lucros? Buffett vende R$ 8 bilhões em ações do Bank of America

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 53 milhões

O que é private equity e como funciona?

Quanto rendem R$ 20 mil por mês na poupança?

Mais na Exame