Começa a negociação das ações da Localiza (RENT3) e da Unidas (LCAM3) após conclusão da fusão

As novas ações emitidas aos acionistas da Unidas, começam a ser negociadas na B3, com base na relação de troca já anunciada pelas empresas
 (Pedro Vilela / Agencia i7/Divulgação)
(Pedro Vilela / Agencia i7/Divulgação)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 04/07/2022 às 06:30.

As novas ações da Localiza (RENT3) e da Unidas (LCAM3), emitidas após a fusão das duas empresas, começam a ser negociadas nesta segunda-feira, 4, na B3.

Na última sexta-feira, 1, a Localiza e a Unidas informaram que concluíram a fusão na data prevista.

"Conforme informado no comunicado ao mercado divulgado no dia 22 de junho de 2022, encerrou-se na data de hoje a negociação das ações de emissão da Unidas na B3", informou a Localiza em fato relevante.

Com a conclusão da operação, as novas ações emitidas aos acionistas da Unidas, começam a ser negociadas na B3, com base na relação de troca anunciada pelas empresas.

"Em 4 de julho de 2022, haverá o início da negociação das Novas Ações Localiza na B3 que serão emitidas aos acionistas da Unidas, com base na relação de troca de 0,43884446 ações ordinárias da Localiza para cada ação ordinária de emissão da Unidas", salientou o documento divulgado pela Localiza.

Na quarta-feira, 6, ocorrerá o crédito efetivo das novas ações da Localiza nas contas custódia dos acionistas da Unidas.

A partir da última sexta-feira, entrou em vigor o acordo de voto, que tem de vigência de seis anos, que vincula 22,69% do capital da Localiza, sendo 16,21% das ações da empresa é sob o controle do bloco composto pelos quatro acionistas fundadores da empresa e 6,48% é de propriedade do bloco formado pelos acionistas fundadores da Unidas.

O presidente e fundador da Unidas, Luis Fernando Memória Porto, foi eleito membro do conselho de administração da Localiza, assumindo o cargo de vice-presidente do órgão.

Após a fusão, o conselho de administração da Unidas cancelou o programa de ADRs nível 1 listados na Bolsa de Valores de Nova York.

Fusão entre Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3)

A fusão entre a Localiza e a Unidas foi anunciada em setembro de 2020, e aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em dezembro de 2021.

A Localiza é a líder do setor de locação de veículos, enquanto a Unidas é a sua principal concorrente.

Na base o acordo de fusão, os acionistas da Localiza passam a deter 76,85% da empresa combinada, enquanto os acionistas da Unidas ficam com 23,15% da nova companhia.

O valor de mercado combinado das duas empresas no momento da fusão era de R$ 50,5 bilhões, dos quais R$ 39,24 bilhões da Localiza e R$ 10,7 bilhões da Unidas.

A previsão é que a nova empresa tenha uma receita líquida de R$ 14,87 bilhões e um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 2,29 bilhões.

Após a fusão com a Localiza, a Unidas distribuirá dividendos de R$ 425 milhões aos seus acionistas, ou R$ 0,8374 por ação, com um pagamento realizado em até 90 dias a partir da conclusão da operação.