Musk vendeu US$ 4,4 bilhões em ações da Tesla depois de comprar o Twitter

A venda aconteceu na terça-feira e quarta-feira, de acordo com os documentos apresentados na quinta-feira à SEC (Comissão de Valores Mobiliários), que regulamenta os mercados nos Estados Unidos
 (Reuters/Aly Song)
(Reuters/Aly Song)
Por AFPPublicado em 29/04/2022 07:25 | Última atualização em 29/04/2022 08:53Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O dono da Tesla, Elon Musk, vendeu ações da empresa de carros elétricos pelo valor de 4,4 bilhões de dólares pouco depois de comprar o Twitter.

A venda aconteceu na terça-feira e quarta-feira, de acordo com os documentos apresentados na quinta-feira à SEC (Comissão de Valores Mobiliários), que regulamenta os mercados nos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM: Cocaína na Coca-Cola: a nova provocação de Elon Musk

Após a venda, Musk possui pouco mais de 168 milhões de ações da Tesla, por meio de um fundo.
"Não há mais vendas planejadas da TSLA (símbolo das ações da Tesla na Bolsa) depois de hoje", tuitou Musk na quinta-feira à noite.

Para financiar a aquisição do Twitter, confirmada na segunda-feira, Musk disse que utilizará 21 bilhões de dólares de sua fortuna pessoal. O restante será financiado com um empréstimo bancário.
Na segunda-feira, Musk anunciou um acordo para adquirir o Twitter por US$ 44 bilhões.
Muitos investidores e analistas expressaram dúvidas sobre a concretização do acordo.

As ações do Twitter registram um preço significativamente menor que a oferta de Musk, de 54,20 dólares por ação. Na quinta-feira, o título fechou a 49,11 dólares em Wall Street.

O mercado costuma interpretar a diferença entre o preço de oferta e o valor de uma ação como o prêmio de risco, ou seja, a medida do risco que a aquisição representa.

LEIA TAMBÉM: Musk vai desistir do Twitter? Falta de acordo pode render multa de US$1 bi