Mercados

Mudanças na Petrobras fazem ação disparar 30% na semana

A empresa confirmou hoje, por meio de nota, que a presidente Graça Foster e outros cinco diretores renunciaram aos cargos


	A empresa confirmou hoje, por meio de nota, que a presidente Graça Foster e outros cinco diretores renunciaram aos cargos
 (REUTERS/Ueslei Marcelino)

A empresa confirmou hoje, por meio de nota, que a presidente Graça Foster e outros cinco diretores renunciaram aos cargos (REUTERS/Ueslei Marcelino)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de fevereiro de 2015 às 10h52.

São Paulo – A dança das cadeiras que ocorre nesta semana na Petrobras já rendeu uma expressiva valorização às ações preferenciais da estatal. Desde a última segunda-feira, os ganhos acumulados chegaram a 30%.

Hoje, os papéis voltaram a liderar as valorizações do Ibovespa, avançando 6,5%, mas zeraram os ganhos no início da tarde.

Na véspera, a Petrobras ganhou 16 bilhões de reais em valor de mercado, com as ações preferenciais disparando 15,47%.

A empresa confirmou hoje, por meio de nota, que a presidente Graça Foster e outros cinco diretores renunciaram aos cargos.

De acordo com o comunicado, o conselho de administração se reunirá na próxima sexta-feira para eleger nova diretoria.

Para efeito de comparação, o maior valor de mercado registrado pela estatal ocorreu em 22 de maio de 2008, quando a empresa estava avaliada em 510 bilhões de reais na bolsa. O atual valor é de 128 bilhões de reais, o que representa uma perda de 75%.

Acompanhe tudo sobre:B3bolsas-de-valoresCapitalização da PetrobrasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasExecutivos brasileirosGás e combustíveisGraça FosterIndústria do petróleoMulheres executivasPETR4PetrobrasPetróleo

Mais de Mercados

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Bolsa brasileira comunica que não foi afetada por apagão global de tecnologia

Ibovespa tem leve alta após governo anunciar R$ 15 bi de corte de gastos; dólar cai

Netflix supera expectativa e registra 277 milhões de assinaturas pelo mundo

Mais na Exame