Méliuz dispara 31% e registra sua maior alta da história

Empresa de cashback conquistou investidores ao divulgar resultados expressivos na Black Friday
Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Germano Lüders/Exame)
Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Germano Lüders/Exame)
Por Beatriz QuesadaPublicado em 03/12/2021 19:53 | Última atualização em 03/12/2021 20:12Tempo de Leitura: 2 min de leitura

As ações da empresa de cashback Méliuz (CASH3) dispararam 31,03% e lideraram os ganhos do Ibovespa nesta sexta-feira, 3. Os ganhos foram o maior em variação desde que a Méliuz estreou na bolsa de valores em novembro de 2020.

Aprenda quais são os tipos de investimento e como montar sua própria carteira neste curso completo e acessível da EXAME.

Os papéis voltaram aos holofotes após a fintech registrar GMV (volume bruto de mercado) recorde de 923 milhões de reais durante o período da Black Friday. O crescimento foi de 87% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Itaú BBA considerou que o número sugere uma performance relativamente positiva da empresa na Black Friday e acrescentou que os resultados devem diminuir preocupações sobre o desempenho da Méliuz no período promocional.

Vale lembrar que a Méliuz tem sido fortemente penalizada na bolsa pelo aumento da taxa básica de juro, a Selic. Desde agosto, os papéis da companhia já caíram 91,6% — no acumulado do ano, as ações ainda registram fortes ganhos de 97,93%. 

Com a Reuters