Acompanhe:

Manchester United lança ações por US$ 14 em Wall Street

O clube inglês, propriedade da família Glazer desde 2005, estreará na NYSE sob o símbolo "MANU"


	O Manchester United destinará parte do valor arrecadado ao pagamento de dívidas
 (Getty Images)

O Manchester United destinará parte do valor arrecadado ao pagamento de dívidas (Getty Images)

D
Da Redação

10 de agosto de 2012, 07h24

Nova York - O Manchester United definiu que lançará suas ações em Wall Street por US$ 14 cada uma nesta sexta-feira, pelo que arrecadará cerca de US$ 232 milhões.

O clube inglês, propriedade da família Glazer desde 2005, estreará na Bolsa de Nova York (Nyse) sob o símbolo "MANU", após lançar 16,6 milhões de ações.

O valor dos papéis, no entanto, ficou abaixo do esperado pelo mercado, que previa algo entre US$ 16 e US$ 20.

O Manchester United destinará parte do valor arrecadado ao pagamento de dívidas, que já somam mais de US$ 682 milhões.

Com sua oferta pública de venda de ações, os "Diabos Vermelhos" ficam avaliados em US$ 2,3 bilhões. Atualmente, o clube lidera a lista Forbes dos dez clubes de futebol mais valiosos do mundo, à frente dos espanhóis Real Madrid e Barcelona.

Em 2011, o Manchester United teve receita de 331 milhões de libras, com lucro de 12,6 milhões.