Locaweb (LWSA3) tem lucro líquido ajustado de R$ 38,7 mi no segundo trimestre

Alta da Locaweb foi de 63,2% ante o mesmo trimestre do ano passado
 (Locaweb (LWSA3)/Divulgação)
(Locaweb (LWSA3)/Divulgação)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 11/08/2022 às 20:05.

Última atualização em 11/08/2022 às 20:08.

A Locaweb (LWSA3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 38,7 milhões no segundo trimestre de 2022, alta de 63,2% ante o mesmo período do ano passado. No critério não ajustado, a cifra foi de R$ 13,3 milhões, 270,7% superior na mesma base comparativa.

O Ebitda ajustado, por sua vez, caiu 2,1% na mesma base comparativa, para R$ 40,4 milhões, com a margem Ebitda ajustada apresentando redução de 8,1 p.p. devido principalmente à consolidação dos resultados das empresas adquiridas, segundo o release de resultados da companhia.

No entanto, a empresa destaca que na comparação com os trimestres imediatamente anteriores continua observando uma leve melhora nas margens consolidadas do grupo, passando de 12,9% no quarto trimestre de 2021 e 13,2% no primeiro trimestre de 2022 para 14,3% neste mais recente.

Entre abril e junho, a receita líquida da Locaweb totalizou R$ 282,5 milhões, aumento de 53,3% em relação ao mesmo intervalo de 2021. Já o crescimento proforma, ou seja, considerando todas as empresas nos mesmos períodos de 2021, foi de 30,9% na mesma base comparativa. Nos primeiros seis meses de 2022, o crescimento foi de 53,9% atingindo R$ 531,3 milhões.

No release de resultados, a Locaweb pontua ainda que seguiu observando uma melhora na rentabilidade das empresas adquiridas, resultando numa expansão de 2,5 p.p. na margem Ebitda em comparação com o trimestre anterior (+5,7 p.p. na comparação com o menor nível de margens atingido no quarto trimestre de 2021).

Considerando todo o GMV transitado pelo ecossistema da Locaweb, ou seja, o GMV de Plataforma e o GMV transacionado em marketplaces pelas operações de ERP e integradores de marketplace, o volume atingido foi de R$ 12,1 bilhões, 32,2% superior ao segundo trimestre de 2021 e 10,0% maior do que no primeiro trimestre de 2022.

Já a base de assinantes da plataforma cresceu 39,4%, passando de 102,9 mil assinantes em junho de 2021 para 143,4 mil no mesmo mês de 2022.

LEIA TAMBÉM: 

Raízen (RAIZ4) dobra o lucro líquido no segundo trimestre de 2022

BR Properties tem prejuízo de R$ 1,47 bilhão no 2º trimestre