Localiza divulga resultado do 1º trimestre: veja o que esperar

Maior empresa do setor de locação de carros deve ter se beneficiado da volta gradual da demanda, enquanto ainda enfrenta restrições na oferta de usados
Localiza: expectativa de trimestre com leve recuperação das tarifas médias de locação, segundo o BTG Pactual (Pedro Vilela / Agencia i7/Divulgação)
Localiza: expectativa de trimestre com leve recuperação das tarifas médias de locação, segundo o BTG Pactual (Pedro Vilela / Agencia i7/Divulgação)
Por Da RedaçãoPublicado em 02/05/2022 06:15 | Última atualização em 02/05/2022 09:00Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Localiza (RENT3), maior empresa do setor de locação de veículos, apresenta o seu balanço do primeiro trimestre nesta segunda-feira, dia 2 de maio. A expectativa de parte dos analistas que acompanham o setor é que a empresa tenha resultados melhores, com avanço tanto nas margens como nos volume de aluguel.

"Nós esperamos que os resultados da Localiza reflitam um trimestre decente depois de um quarto trimestre mais ameno. As tarifas médias devem subir ligeiramente na base trimestral, impulsionadas por produtos de duração mais longa (por exemplo, frotas terceirizadas, aplicativos de transporte e alugueis mensais)", escreveram os analistas Lucas Marquiori, Fernanda Recchia e Aline Gil, da equipe de equity Research do BTG Pactual (BPAC11).

Por outro lado, a limitação da oferta de carros usados no mercado deve continuar a ser sentida e a impedir que a Localiza tenha conseguido crescer no segmento de aluguel de carros tanto em volume como em tarifas médias.

Quais as ações mais promissoras na tese do ciclo doméstico? Descubra com as análises do BTG Pactual

Na avaliação dos analistas do banco de investimento, as receitas líquidas devem ter subido 4% na comparação com o quarto trimestre de 2021, para R$ 2,7 bilhões, um pouco abaixo do consenso de mercado, enquanto o Ebitda (indicador que mede a geração de caixa operacional) deve ter avançado com maior intensidade, de 13%, para R$ 1,1 bilhão.

Na base anual, o Ebitda deve ter avançado 31%, com aumento de 9,7 pontos percentuais na margem em relação ao mesmo período do ano anterior, mesmo em um ambiente de pressão de custos, segundo estimativas dos analistas. O lucro líquido deve ter subido 12% na base trimestral e ficado praticamente estável no ano a ano, em R$ 497 milhões.

No acumulado de janeiro a abril, a ação da Localiza está praticamente estável.

No último sábado, dia 30 de abril, a Movida (MOVI3) divulgou o seu resultado, dando início à temporada de balanços do setor. Apresentou uma expansão de 136% no lucro líquido, para R$ 258,1 milhões. O faturamento aumentou 87% na mesma base, para o patamar inédito de R$ 2 bilhões.