Mercados

Leilão da Invepar não tem propostas e credores assumem fatia

Com base no plano de recuperação judicial da companhia, considera-se como apresentada a proposta automática de credores pelo preço mínimo da Invepar


	Infraestrutura: em recuperação judicial, empresa tentou leiloar ações, mas não teve interessados; agora, credores devem assumir fatia pelo menor preço da companhia.
 (Dado Galdieri/Bloomberg)

Infraestrutura: em recuperação judicial, empresa tentou leiloar ações, mas não teve interessados; agora, credores devem assumir fatia pelo menor preço da companhia. (Dado Galdieri/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de março de 2016 às 21h50.

Rio de Janeiro - A Invepar informou nesta terça-feira que não foram apresentadas propostas na oferta pública para alienação judicial das ações da companhia, previsto para segunda-feira, e credores assumem a fatia.

Com base no plano de recuperação judicial da companhia, considera-se como apresentada a proposta automática de credores, pelo preço mínimo da Invepar, de acordo com comunicado enviado ao mercado nesta terça-feira.

"Deve-se considerar como vencedora da alienação da UPI Invepar a SPE Credores", diz o documento.

A Brookfield Asset Management retirou a oferta para comprar a fatia de 24,4 por cento na Invepar detida pela OAS, por discordâncias sobre a gestão da empresa, disseram duas fontes com conhecimento direto da situação no início de fevereiro.

O leilão, previsto para 14 de março, envolveria a venda de 35.764.281 ações ordinárias e 69.117.380 preferenciais da empresa que opera concessões públicas, e o preço mínimo seria de 1,35 bilhão de reais.

Acompanhe tudo sobre:AçõesInveparSetor de transporte

Mais de Mercados

Ações da Tesla caem no aftermarket após queda de 45% no lucro do 2º tri

Biden sai e Kamala entra? Como o turbilhão nos EUA impacta as ações americanas, segundo o BTG

Por que Mohamed El-Erian, guru de Wall Street, está otimista com o cenário econômico

Ibovespa fecha em queda de 1% pressionado por Vale (VALE3)

Mais na Exame