JPMorgan está se preparando para um ‘furacão’ na economia, diz Jamie Dimon

CEO do banco fez um alerta sobre potencial da alta de juros do Fed e impacto da guerra na Ucrânia para commodities
Fachada do JPMorgan: CEO alerta para "furacão" na economia (Mike Segar/File Photo/Reuters)
Fachada do JPMorgan: CEO alerta para "furacão" na economia (Mike Segar/File Photo/Reuters)
D
Da RedaçãoPublicado em 01/06/2022 às 12:37.

Jamie Dimon, CEO do JPMorgan, disse que o maior banco dos Estados Unidos está se preparando para um “furacão” na economia global e aconselhou investidores a ficarem alertas. 

“Eu disse que havia nuvens de tempestade, mas vou mudar [minha avaliação]. É um furacão”, disse ele em conferência com investidores na quarta-feira, segundo a CNBC. “É melhor se preparem”, alertou. Dimon afirmou que o próprio banco está se preparando para a turbulência ao ser conservador em seu balanço.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

São dois os principais temores do CEO. O primeiro é o aperto monetário promovido pelo Federal Reserve (Fed, banco central americano), que sinalizou uma reversão em seu programa de compra de títulos de emergência somado ao encolhimento do balanço patrimonial. Chamado de aperto quantitativo, a medida deve começar este mês. 

O segundo é a guerra da Rússia contra a Ucrânia, que pode afetar o setor de commodities. “Não estamos tomando as medidas adequadas para proteger a Europa do que vai acontecer com o petróleo no curto prazo”, afirmou o CEO.