J&F, dos irmãos Batista, suspende na Justiça transferência da Eldorado

Holding de investimentos perdeu processo de arbitragem sobre venda da Eldorado para a Paper Excellence, mas consegue suspender medida na Justiça de SP
Floresta de eucaliptos da Eldorado: aumento de preço da celulose e da cotação do dólar valorizou a empresa (João Quesado/Exame)
Floresta de eucaliptos da Eldorado: aumento de preço da celulose e da cotação do dólar valorizou a empresa (João Quesado/Exame)
D
Da Redação

Publicado em 22/03/2021 às 07:41.

Última atualização em 23/03/2021 às 09:41.

A 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem de São Paulo concedeu tutela de urgência e suspendeu neste domingo, 21, a transferência do controle da Eldorado Brasil Celulose da J&F Investimentos para a Paper Excellence, de acordo com um fato relevante divulgado empresa.

Segundo o comunicado da Eldorado, o juiz da 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem de São Paulo decidiu suspender todos os procedimentos para a transferência de controle da empresa de celulose para a Paper Excellence, da família Widjaja, da Indonésia.

A J&F é a holding dos irmãos Joesley e Wesley Batista e outros membros da família, dona também da JBS (JBSS3), do Banco Original, do PicPay e de outras empresas.

A Paper Excellence ganhou o processo de arbitragem contra a J&F em fevereiro, depois de mais de três anos de discussões, obtendo o direito de concluir os procedimentos acertados na venda da Eldorado, em 2017.

A suspensão foi concedida em uma ação em que a J&F pede a anulação do processo de arbitragem.