Mercados

Iuane fica estável com taxa referencial mais forte

O banco central da China determinou a taxa referencial do iuan em 6,5578 por dólar antes da abertura do mercado


	Iuane: a moeda chinesa está sob pressão
 (Jerome Favre/Bloomberg)

Iuane: a moeda chinesa está sob pressão (Jerome Favre/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 20 de janeiro de 2016 às 07h20.

Xangai - O iuane praticamente não variou em relação ao dólar nesta quarta-feira, depois que o banco central chinês determinou a taxa referencial ligeiramente mais forte enquanto Pequim adota medidas para conter a especulação sobre a depreciação da moeda.

"As negociações foram relativamente fracas com o mercado à vista estável", disse um operador de um banco em Xangai. "Agora a maioria de nossos negócios é realizada em nome de clientes corporativos."

O banco central da China determinou a taxa referencial do iuan em 6,5578 por dólar antes da abertura do mercado, ou 0,03 por cento mais forte do que a taxa anterior de 6,5596. O mercado à vista abriu a 6,5790 por dólar e era negociado a 6,5803, quase inalterado em relação ao fechamento anterior.

A moeda chinesa está sob pressão em parte devido à desaceleração do crescimento na segunda maior economia do mundo.

Acompanhe tudo sobre:CâmbioDólarIuaneMoedasPequim

Mais de Mercados

Hapvida (HAPV3) vai investir até R$ 600 milhões em novos hospitais em SP e RJ

"O mundo está passando por um processo grande de transformação", diz André Leite, CIO da TAG

Ibovespa fecha em leve alta de olho em relatório bimestral de despesas; dólar cai a R$ 5,57

Ações da Ryanair caem quase 15% após lucro da empresa desabar

Mais na Exame