Mercados

Itaú Unibanco deve vender US$1 bi em bônus de 10 anos, diz fonte

Nova York - O Itaú Unibanco planeja captar até 1 bilhão de dólares com uma emissão de bônus com prazo de 10 anos que pode ser concluída ainda nesta semana, afirmou à Reuters uma fonte com conhecimento do acordo nesta quarta-feira. O banco quer oferecer um prêmio de entre 237,5 e 250 pontos-base acima do […]

O Itaú Unibanco planeja usar os recursos levantados para uso corporativo geral, informou a fonte (./Divulgação)

O Itaú Unibanco planeja usar os recursos levantados para uso corporativo geral, informou a fonte (./Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 7 de abril de 2010 às 21h27.

Nova York - O Itaú Unibanco planeja captar até 1 bilhão de dólares com uma emissão de bônus com prazo de 10 anos que pode ser concluída ainda nesta semana, afirmou à Reuters uma fonte com conhecimento do acordo nesta quarta-feira.

O banco quer oferecer um prêmio de entre 237,5 e 250 pontos-base acima do yield de Treasuries comparáveis para notas securitizadas Tier 2, disse a fonte, que pediu para não ser identificada, uma vez que o negócio ainda não foi concluído.

Bônus subordinados Tier 2 são títulos similares a ações que frequentemente recebem um tratamento preferencial.

Levando em conta que o yield do Treasury de 10 anos foi de 3,95 por cento nesta quarta-feira, o Itaú estaria oferecendo um yield de entre 6,35 e 6,45 por cento.

A unidade de investimentos do banco, Itaú BBA, irá coordenar a venda em conjunto com Morgan Stanley e Goldman Sachs, acrescentou a fonte.

Investidores abordados pelo banco disseram à Reuters que o Itaú Unibanco busca precificar o bônus com um yield de cerca de 6 por cento. Em recente emissão, o Bradesco fez a venda a uma taxa próxima de 6 por cento.

O Itaú Unibanco planeja usar os recursos levantados para uso corporativo geral, informou a fonte, sem dar mais detalhes.

(Reportagem adicional de Elzio Barreto em São Paulo)

Acompanhe tudo sobre:BancosDesempenhoEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasgestao-de-negociosItaúItaúsaLucro

Mais de Mercados

Realização de lucros? Buffett vende R$ 8 bilhões em ações do Bank of America

Goldman Sachs vê cenário favorável para emergentes, mas deixa Brasil de fora de recomendações

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Bolsa brasileira comunica que não foi afetada por apagão global de tecnologia

Mais na Exame