Ibovespa sobe mais de 2% e fecha acima dos 102 mil após "fico" de Guedes

Índice havia perdido a marca com temores sobre a saída do ministro da Economia
Bolsa: Ibovespa fecha em alta de 2,48%, em 102.065,35 pontos (Cris Faga/Getty Images)
Bolsa: Ibovespa fecha em alta de 2,48%, em 102.065,35 pontos (Cris Faga/Getty Images)
Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Publicado em 18/08/2020 às 17:00.

Última atualização em 18/08/2020 às 18:11.

A bolsa brasileira fechou em alta nesta terça-feira, 18, após o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmar que fica no governo. O Ibovespa, principal índice da B3, subiu 2,48% e encerrou em 102.065,35 pontos. Na véspera, o índice fechou pela primeira vez abaixo dos 100.000 pontos em mais de um mês, com temores sobre sua saída.

A confirmação de que Guedes continuará como chefe da pasta veio depois da reunião com o presidente Jair Bolsonaro, que afirmou ter “zero possibilidade de furar o teto de gastos.” Segundo Bolsonaro, Guedes é “aliado de primeira hora”. “Entramos no governo juntos e vamos sair juntos”, afirmou o presidente.

“Havia um grande receio sobre como ficaria a questão fiscal do país. Agora, o mercado reflete não só a permanência de Guedes como também a fala de Bolsonaro de que irá manter os gastos abaixo do teto”, comentou Henrique Esteter, analista da Guide Investimentos.

Embora as atenções dos investidores estejam mais voltadas para o cenário interno, o exterior levemente positivo também contribui para a valorização das ações na bolsa.

Nos Estados Unidos, o índice S&P 500 subiu 0,22% e o Nasdaq, 0,73%, apesar do pessimismo sobre a tensão comercial com a China. De acordo com analistas da EXAME Research, o avanço nas discussões sobre o pacote de estímulo americano ajuda a dar o tom favorável aos ativos de risco.

Destaques

Após mais um resultado forte, as ações do Magazine Luiza lideraram as altas do Ibovespa, subindo 9,61%, após o balanço do segundo trimestre ter agradado o mercado. No período, a companhia aumentou as vendas online em 181,9% e a receita em 29% para 5,5 bilhões de reais. “Ficou nítido que o Magazine Luize conseguiu se aproveitar do momento da pandemia e sai ainda mais fortalecido após a crise”, afirmam analistas da EXAME Research. Na esteira do resultado do Magalu, os papéis da Via Varejo avançam 8,3% e os da B2W, 5,6%

As siderúrgicas e mineradoras também estão entre as maiores valorizações do índice. As ações da CSN, Usiminas, Gerdau e Vale avançaram 6,31%, 6,78%, 8,16% 1,33%, respectivamente. Como pano de fundo está a alta de 3,5% do minério de ferro na bolsa de Dalian, na China. Cotado a 125 dólares, o preço do metal tem sido favorecido pela demanda da China, que optou por mitigar os efeitos econômicos do coronavírus por meio de estímulos em projetos de infraestrutura.