Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Ibovespa deve incluir grande pagadora de dividendos em novo rebalanceamento, prevê BTG

Peso do setor de serviços de utilidade pública deverá aumentar, segundo projeção do banco, com perda de participação de Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Vale e Petrobras

Modo escuro

Continua após a publicidade
Painel de cotações da B3: CTEEP deve entrar para o principal índice da bolsa (Germano Lüders/Exame)

Painel de cotações da B3: CTEEP deve entrar para o principal índice da bolsa (Germano Lüders/Exame)

As ações preferenciais da Isa CTEEP (TRPL4) têm tudo para passar a integrar o Ibovespa, o principal índice de ações da bolsa brasileira, em seu próximo rebalanceamento. Isso é o que afirmam os analistas do BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da Exame). A primeira prévia do novo Ibovespa que irá vigorar entre janeiro e abril do próximo ano será divulgada em 1 de dezembro.

Leia também: Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e BB (BBAS3): veja até quando investir para receber dividendos

Pelos modelos do banco, a CTEEP deverá ocupar um espaço de 0,21% no índice, sendo a única entrante. O banco projeta que todas as outras 83 permanecerão no índice, sem exclusões.

"A CTEEP (TRPL4) teve um impulso em seu volume negociado devido às recentes discussões sobre a potencial venda da participação da Eletrobras na empresa. Mesmo que o volume negociado retorne aos níveis anteriores ao anúncio desta possível transação, acreditamos que ainda há grandes chances de a empresa ser incluída no índice", afirmaram os analistas em relatório.

Do setor de transmissão de energia, a CTEEP possui histórico de distribuição frequente de dividendos. Considerando os pagamentos dos últimos doze meses, a CTEEP estaria hoje com um divend/yield de 13,88%.

Com a inclusão da CTEEP , o BTG prevê que o peso do setor de serviços de utilidade pública no Ibovespa aumentaria em 0,19 ponto percentual. Por outro lado, os setores de bancos, metais e minerais e de óleo e gás percam 0,04 ponto percentual cada. As quedas, segundo o relatório do banco, deverão ser puxadas por uma menor presença de Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Vale e Petrobras.

Para o rebalanceamento de maio, a previsão do BTG é de que as ações da Vivara (VIVA3) sejam incluídas.

Critérios de inclusão no Ibovespa

  1. Negociabilidade: Ativos devem representar coletivamente 85% dos índices de negociabilidade das três carteiras anteriores em ordem decrescente.
  2. Presença em Pregão: Devem ter presença em pregão de 95% no período das três carteiras anteriores.
  3. Volume Financeiro: Participação em volume financeiro igual ou superior a 0,1% no mercado à vista durante as três carteiras anteriores.
  4. Não ser "Penny Stock": Não ser negociada na casa dos centavos.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Petróleo sobe mais de 2%, recuperando parte das perdas recentes e colocando WTI acima de US$ 70

seloMercados

Petróleo sobe mais de 2%, recuperando parte das perdas recentes e colocando WTI acima de US$ 70

Há um dia

Payroll acima do esperado nos EUA afasta chance de corte de juro no início de 2024, dizem analistas

seloMercados

Payroll acima do esperado nos EUA afasta chance de corte de juro no início de 2024, dizem analistas

Há um dia

Dólar pode cair ainda mais no curto prazo, diz Ibiúna

seloMercados

Dólar pode cair ainda mais no curto prazo, diz Ibiúna

Há um dia

Os melhores fundos imobiliários para investir em 2024, segundo o BTG Pactual

seloMercados

Os melhores fundos imobiliários para investir em 2024, segundo o BTG Pactual

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais