Ibovespa cai 1% com payroll e investimento da Cosan na Vale

Principal índice da B3 amplia perdas após empresa de energia anunciar compra de 6,5% da mineradora
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
C
Carlo Cauti e Beatriz Quesada

Publicado em 07/10/2022 às 11:10.

Última atualização em 07/10/2022 às 17:23.

Após cinco pregões de alta, o Ibovespa fechou esta sexta-feira, 7, em queda, cedendo ao clima de aversão a risco nas bolsas de valores dos Estados Unidos. 

O principal índice da B3 operou durante boa parte do dia entre perdas e ganhos, mas entrou de vez em terreno negativo após a Cosan (CSAN3) anunciar investimento na Vale (VALE3).

A empresa de energia anunciou nesta sexta-feira que pretende montar uma posição de 6,5% na mineradora

A Cosan anunciou a compra de 4,9% das ações da mineradora por meio de investimento direto e operações de derivativos. Além disso, a companhia possui uma posição financeira de 1,6% que poderá ser convertida em participação direta após a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A operação total deve custar R$ 22 bilhões à Cosan.

Segundo a Cosan, o movimento será feito para diversificar portfólio. O mercado não gostou, e as ações da empresa entraram em forte movimento de queda, caindo mais de 8%. 

“Em nossa visão, a operação torna a operação da Cosan ainda mais complexa, sem muita sinergia com os demais negócios da companhia. Ainda, a Cosan já está com uma alavancagem de 2,4x Ebitda e a transação exigirá que a companhia se endivide ainda mais”, avaliaram, em nota, os analistas da casa de análise Eleven.

O impacto também foi sentido na Vale, que chegou a subir mais de 4% e era o principal suporte do Ibovespa no início do dia. Com a notícia, os papéis perderam força e deixaram o índice à mercê do cenário internacional.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Nos Estados Unidos, investidores aguardam um novo aperto nos juros após a divulgação dos dados sobre a criação de empregos, o payroll. 

A maior economia do mundo registrou a criação de 263 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola em setembro. Um resultado acima do esperado, que levou a taxa de desemprego em queda, para 3,5%.

O dado é bom para a economia, mas trouxe mais insegurança para o mercado. Isso porque, com o mercado de trabalho aquecido, abre-se espaço para que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) aperte a política monetária. O resultado foi mais um dia de baixas em Wall Street.

  • Dow Jones (Nova York): - 2,113%
  • S&P 500 (Nova York): - 2,80%
  • Nasdaq (Nova York): - 3,80%
  • Stoxx 600 (Europa): - 1,18%

Por aqui, investidores seguiram atentos também ao cenário político. Nos últimos pregões, o Ibovespa avançou com a perspectiva de que os principais candidatos à disputa pela presidência vão precisar se mover ao centro. Isso por conta da diferença mais apertada entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual mandatário Jair Bolsonaro no primeiro turno – bem como a composição mais à direita do Congresso. 

Na véspera, o índice avançou influenciado também pelo apoio que os economistas criadores do plano real deram à Lula, visto como mais um sinal de moderação em caso de um futuro governo do petista.