Invest

Hapvida (HAPV3) tem lucro líquido de R$ 35,2 milhões no 3º tri, queda de 19,5%

Operadora de saúde teve Ebitda ajustado de R$922,7 milhões, crescimento de 103,3%

Hapvida (HAPV3): operadora de saúde registra lucro no 3º trimestre (Hapvida/Divulgação)

Hapvida (HAPV3): operadora de saúde registra lucro no 3º trimestre (Hapvida/Divulgação)

BQ

Beatriz Quesada

Publicado em 9 de novembro de 2022 às 20h23.

Última atualização em 9 de novembro de 2022 às 20h50.

A operadora de saúde Hapvida (HAPV3) teve lucro líquido de R$ 35,2 milhões no terceiro trimestre, queda de 19,5% na comparação anual. O relatório de resultados foi divulgado nesta quarta-feira, 9.

Já o lucro líquido ajustado consolidado no período subiu 182% frente ao terceiro trimestre do ano passado, para R$ 678,8 milhões.

A receita líquida consolidada alcançou R$6,3 bilhões, um crescimento de 9,4% na comparação com o montante proforma do mesmo período do ano anterior.

O Ebitda ajustado, principal indicador de caixa operacional, apresentou crescimento de 103,3% na comparação com o montante proforma do mesmo período do ano anterior, atingindo R$922,7 milhões. 

Segundo a companhia, o Ebitda do trimestre incluiu um impacto positivo e não-recorrente de R$417,4 milhões referente ao ressarcimento de despesas conforme contrato de compra e venda de uma das aquisições da Companhia.

Foram incluídos 122 mil beneficiários de saúde e 133 mil clientes em planos odontológicos. O principal indicador operacional, a sinistralidade caixa consolidada, foi de 73,0% no trimestre, uma melhora de 1,7 ponto percentual, que, segundo a companhia, dá “continuidade à tendência de recuperação gradual das margens pós pandemia”.

Acompanhe tudo sobre:AçõesBalançosHapvida

Mais de Invest

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 47 milhões na poupança

Estoque global de chips cai após Biden e Trump sinalizarem política mais rígida

Vale (VALE3), produção industrial dos EUA e Livro Bege: o que move o mercado

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2749: prêmio acumulado é de R$ 19 milhões

Mais na Exame