GPA registra lucro de R$ 1,4 bi no 1º trimestre; alta de 1.250%

O Ebitda ajustado foi de R$ 655 milhões, uma queda de 12 2% em relação ao registrado um ano antes. A receita líquida, por sua vez, foi de R$ 10 bilhões, alta de 2,3%
 (Nacho Doce/Reuters)
(Nacho Doce/Reuters)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 04/05/2022 19:40 | Última atualização em 04/05/2022 19:40Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O lucro líquido consolidado aos controladores do GPA foi de R$ 1 4 bilhão no primeiro trimestre de 2022, alta anual de 1.250%. O número foi puxado pelo montante embolsado pela companhia com a venda de pontos comerciais de Extra Hiper para o Assaí. Se consideradas apenas as operações continuadas do grupo, a companhia registrou prejuízo de R$ 111 milhões no trimestre, o que significa a reversão do lucro de R$ 103 milhões registrados no mesmo período de 2021.

A empresa descreveu em seu balanço como a venda dos pontos comerciais aparece nas últimas linhas do balanço.

 Aproveite a nova temporada de balanços para investir! Baixe o e-book gratuito "Indicadores de valor: como ler o balanço de uma empresa"

"Conforme comunicado no dia 4 de abril de 2022, concluímos a cessão dos direitos de exploração de mais 40 pontos comerciais ao Assaí, somando aos 20 realizados no quarto trimestre de 2021, terminamos o primeiro trimestre de 2022 com 60 pontos cedidos, 86% do perímetro da transação. Com isso tivemos no trimestre um lucro líquido das atividades descontinuadas de R$ 1.510 milhões" escreveu a gestão em seu release de resultados.

O Ebitda ajustado do GPA foi de R$ 655 milhões, uma queda de 12 2% em relação ao registrado um ano antes. A receita líquida, por sua vez, foi de R$ 10 bilhões, alta de 2,3%.