Fundo Elliott vende sua participação no SoftBank após resultados negativos

Em janeiro de 2020 o Elliott tinha investido US$ 2,5 bilhões no SoftBank e chegou a vender partes dessa posição obtendo lucros significativos
SoftBank (Yuichi Yamazaki / Colaborador/Getty Images)
SoftBank (Yuichi Yamazaki / Colaborador/Getty Images)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 16/08/2022 às 09:55.

O fundo de hedge Elliott Management vendeu quase toda a sua posição no banco de investimento japonês SoftBank.

A informação foi divulgada nesta terça-feira 16, pelo Financial Times, que não especificou o montante que foi desinvestido do SoftBank.

Em janeiro de 2020 o Elliott tinha investido US$ 2,5 bilhões no SoftBank e nos últimos dois anos chegou a vender partes dessa posição obtendo lucros significativos. No total, o fundo administra US$ 56 bilhões em ativos.

Segundo o Financial Times, o Elliott tomou a iniciativa de vender sua participação depois de perder confiança na atuação do fundador do SoftBank, Masayoshi Son.

Além disso, essa venda se encaixa no processo de desinvestimento de ações de tecnologia por parte de fundos de investimentos dos Estados Unidos após a alta nas taxas de juros por parte do Federal Reserve (Fed).

Venda do fundo Elliott é mais uma notícia negativa para o SoftBank

A saída do fundo Elliott é mais uma notícia negativa para o SoftBank, que chega poucos dias após os resultados do segundo trimestre.

Entre abril e junho o SoftBank reportou um prejuízo recorde de US$ 23 bilhões. Números que levaram Son a dizer que estava "envergonhado" com a euforia manifestada no passado.

O Vision Funds, braço de investimentos do gigante japonês, teve um prejuízo de US$ 21,68 bilhões. A segunda maior perda trimestral para o fundo.

As ações do banco japonês perderam 10% nos últimos doze meses e estão listadas 45% abaixo do valor recorde alcançado em março de 2021.

De acordo com o site do SoftBank, o banco deveria valer cerca do dobro da cotação atual por ação se os investidores estivessem avaliando a empresa com base em seu valor patrimonial líquido.

E essa foi uma das razões pela qual o Elliott saiu do capital do fundo, pois estava pressionando Son em aumentar a cotação de suas ações por meio de recompras, além de melhorar a governança da empresa.

Em vez disso, SoftBank continuou investindo bilhões de dólares em start-ups em estágio inicial por meio do Vision Funds.