Fim de uma era? Lucro de holding de Warren Buffett cai 65% no 3º tri

Berkshire Hathaway admite que os gargalos na cadeia global de suprimentos afetaram os negócios
Warren Buffett, o "Oráculo de Omaha": CEO da Berkshire Hathaway | Foto: Steve Pope/ Getty Images (Steve Pope//Getty Images)
Warren Buffett, o "Oráculo de Omaha": CEO da Berkshire Hathaway | Foto: Steve Pope/ Getty Images (Steve Pope//Getty Images)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 06/11/2021 15:24 | Última atualização em 06/11/2021 15:27Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffett, registrou lucro líquido de US$ 10,344 bilhões no terceiro trimestre de 2021, o que representa ganhos de US$ 6,882 por ação classe A. O resultado divulgado hoje é 65 7% menor que o do mesmo período de 2020, quando foi reportado lucro de US$ 30,137 bilhões, ou US$ 18,994 por ação.

A receita da companhia, por outro lado, registrou alta de 12% na mesma comparação, indo de US$ 63,024 bilhões a US$ 70,583 bilhões. Ante o segundo trimestre do ano atual, houve queda de 63,2% no lucro líquido e alta de 2,1% na receita total.

Em comunicado, a Berkshire Hathaway, que gerencia diversas subsidiárias de diferentes ramos nos EUA, afirmou que os gargalos na cadeia global de suprimentos afetaram os negócios no terceiro trimestre de 2021, pois "contribuíram para preços mais altos de matérias-primas".

A companhia ainda afirmou que não é capaz de prever de forma segura quando os efeitos econômicos destes problemas na oferta vão cessar, nem se eles podem provocar alterações no padrão de consumo nos setores em que as subsidiárias da Berkshire Hathaway operam.