Fed: mercado aguarda nova alta agressiva e juro alto por mais tempo

A expectativa do mercado é que o Federal Reserve, banco central americano, suba a taxa pela terceira vez consecutiva
Jerome Powell: investidores aguardam discurso que será às 15h30 (Ting Shen/Bloomberg via/Getty Images)
Jerome Powell: investidores aguardam discurso que será às 15h30 (Ting Shen/Bloomberg via/Getty Images)
D
Da redaçãoPublicado em 21/09/2022 às 06:03.

O Federal Reserve, banco central americano, deve aumentar a taxa básica do juro em 0,75 ponto percentual nesta quarta-feira, 21. Trata-se do terceiro aumento consecutivo. A decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) será anunciada às 15h (horário de Brasília) e na sequência, Jerome Powell, presidente do Fed, fará um discurso sobre a decisão às 15h30.

O mercado aguarda mais informações sobre a estratégia adotada pelo FED, que deve ser de manter os juros em níveis restritivos por mais tempo. A expectativa é que a mensagem seja mais agressiva e indicando que o Fomc deve “continuar apertando a política monetária”, como já dito por Powell. O presidente da Fed afirmou que controlar a inflação é sua maior prioridade.

O aumento de juro no mercado americano é baseado na piora das condições do mercado de trabalho e a inflação no país, que é a pior dos últimos 40 anos. Os últimos dados do CPI, índice de inflação ao consumidor, surpreendeu para cima.

A expectativa é que até o final do ano, o FOMC faça mais dois aumentos na taxa de juros nas duas reuniões restantes, que acontecerão em novembro (1 e 2) e dezembro (13 e 14). Dessa maneira, a perspectiva é que a taxa básica do banco central americano suba para 3,5% até o final de 2022, o nível mais alto desde o início 2008.