Acompanhe:

Eztec: lucro líquido de R$ 105,4 milhões no 3T22 representa queda de 27,4% num comparativo anual

Em sua apresentação de resultados, a Eztec explicou que a queda na margem bruta já era esperada, uma vez que os contratos de recebíveis de vendas de imóveis são corrigidos com um delay de dois meses em relação ao INCC

Eztec: Resultado financeiro da companhia foi 31,6% na comparação anual (Eztec/Divulgação)

Eztec: Resultado financeiro da companhia foi 31,6% na comparação anual (Eztec/Divulgação)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 10 de novembro de 2022, 20h04.

A incorporadora paulista Eztec (EZTC3) fechou o terceiro trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 105,427 milhões, montante 27,4% abaixo do mesmo intervalo de 2021, de acordo com balanço publicado nesta quinta-feira, 10.

A companhia teve uma deterioração das margens de lucro, impactada pela inflação acumulada no ano, bem como uma contribuição menor das receitas financeiras.

O Ebit (lucro antes dos juros e impostos) encolheu 23,8% na mesma base de comparação anual, indo a R$ 88,781 milhões. A companhia não divulgou seu Ebitda.

A receita líquida recuou 5,7%, para R$ 280,646 milhões. Já a margem bruta encolheu 11,2 pontos porcentuais, chegando ao patamar de 39,3%.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

O resultado financeiro (saldo entre receitas e despesas financeiras) ficou positivo em R$ 29,685 milhões, porém 31,6% menor na mesma base de comparação anual.

As despesas comerciais ficaram estáveis em R$ 22,407 milhões, enquanto as despesas gerais e administrativas aumentaram 13,2%, chegando a R$ 33,149 milhões.

A linha de equivalência patrimonial (que apura projetos feitos com parceiros) gerou uma receita 54,2% maior, de R$ 32,655 milhões.

Em sua apresentação de resultados, a Eztec explicou que a queda na margem bruta já era esperada, uma vez que os contratos de recebíveis de vendas de imóveis são corrigidos com um delay de dois meses em relação ao INCC.

A companhia explicou ainda que sua cesta de insumos está 34% acima do INCC, pois trabalha com empreendimentos de grande porte em que há maior participação de aço, cimento e alumínio. Essas commodities viram o preço disparar nos últimos trimestres.

A direção anunciou ainda que a pressão nas margens deve persistir, ao menos, pelo futuro próximo. Isso porque ainda vê uma demanda "bastante expressiva" por insumos de construção em São Paulo, o que tem mantido os custos aquecidos.

A margem bruta dos resultados a apropriar foi para 37,2% no terceiro trimestre, indicando essa tendência de baixa.

A Eztec reportou queima de caixa de R$ 196,966 milhões. Isso de deu, principalmente, por conta de aquisição de Cepacs (R$ 44 milhões) e compra de terrenos (R$ 87 milhões), além de recompra de ações (R$ 2,5 milhões). A incorporadora chegou ao fim do terceiro trimestre com caixa líquido de R$ 411,952 milhões.

VEJA TAMBÉM: