Equatorial (EQTL3) compra Celg-D da Enel por R$ 1,6 bi e promete pagar dívida bilionária em 12 meses

Aquisição de distribuidora de energia de Goiás adicionará 3,3 milhões de clientes à base da Equatorial
Torre de transmissão da Equatorial (Ina Fassbender/Reuters)
Torre de transmissão da Equatorial (Ina Fassbender/Reuters)
Guilherme Guilherme
Guilherme GuilhermePublicado em 23/09/2022 às 08:32.

A Equatorial (EQTL3) anunciou a aquisição da Celg-D da Enel por R$ 1,575 bilhão nesta sexta-feira, 23. O preço acertado pela distribuidora de energia elétrica de Goiás ainda está sujeito a ajustes pelo CDI e pela variação do endividamento até o fechamento da operação.

Além do preço de aquisição, o contrato de compra prevê a reestruturação dos empréstimos entre Celg-D e a Enel no valor de R$ 5,717 bilhões, que deverá ser pago em até 12 meses após o encerramento da operação.

O negócio, segundo a Equatorial, visa sua consolidação no segmento de distribuição de energia, com a expansão regional e a adição de mais 3,3 milhões de clientes.

A Equatorial informou que, por pelo menos um ano, não pretende cancelar o registro de companhia aberta da Celg-D . A companhia é registrada na categoria B, que dá acesso ao mercado de dívida, mas não permite a emissão de ações.

A conclusão da compra da Celg-D pela Equatorial depende da aprovação do Cade e da Aneel