Dívida da nova ministra e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

A nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, foi condenada por uma dívida trabalhista de R$ 60 mil
 (Wilson Dias/Agência Brasil)
(Wilson Dias/Agência Brasil)
J
Júlia LewgoyPublicado em 05/01/2018 às 07:13.

São Paulo – Leia as principais notícias desta sexta-feira (5) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

A nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, foi condenada por uma dívida trabalhista de R$ 60 mil. O juiz que a condenou em 1ª instância afirmou que o motorista dela trabalhava cerca de 15h por dia sem carteira assinada.

Uma nova rebelião atingiu o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia na noite desta quinta-feira (4). O motim é o segundo da semana e já está controlado, segundo o governo de Goiás.

Os bancos públicos emprestaram R$ 46 bilhões a menos para Estados, municípios e empresas estatais entre janeiro e setembro do ano passado, como mostra o Estado de S. Paulo. O volume é 10,3% inferior ao que foi desembolsado para o setor público em 2016 por BNDES, Caixa Econômica e Banco do Brasil.

O Ibovespa renovou recorde em nono pregão consecutivo de alta. A tendência deve continuar com o ambiente político doméstico em trégua e com o bom humor que predomina na cena global.

Política e mundo

Segundo colocado nas pesquisas para a eleição à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) não irá mais para o Partido Ecológico Nacional (PEN), que passaria a se chamar Patriota.

Sete governadores pediram ajuda federal para conter crise nas penitenciárias. Eles divulgaram manifesto com cinco propostas para reduzir o problema. 

Um poderoso ciclone atingiu o nordeste dos EUA e causou caos. Doze pessoas morreram nesta semana nos Estados Unidos devido ao frio.

Os Estados Unidos impuseram sanções a cindo entidades do Irã. "Estas sanções têm como alvo entidades-chaves envolvidas no programa de mísseis balísticos do Irã", disse o comunicado.

Enquanto você desligou…

O acordo da Petrobras nos EUA reduz risco de litigância, disse a Fitch. A Petrobras busca limpar caminho para o futuro, segundo análise da Folha de S. Paulo.   

A venda de veículos fechou 2017 com alta de 9,23%. Os fatores positivos e a entrada dos recursos do décimo terceiro no orçamento fortaleceram o sentimento de confiança dos consumidores.

A Controladoria Geral da União achou R$ 1,3 bilhões em fraudes no Bolsa Família. Foram identificadas 345.906 famílias “com fortes indícios de terem falseado a declaração da informação de renda” no cadastro do programa.