CVM aceita pedido de registro de OPA da CPFL Energias Renováveis

O preço por ação havia sido questionado por fundos acionistas, mas a CVM analisou e negou o recurso
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 12/10/2018 16:01 | Última atualização em 12/10/2018 16:01Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - A CPFL Energias Renováveis recebeu da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ofício sobre deferimento do pedido de registro da oferta pública de aquisição de ações (OPA) para venda indireta de controle. A ofertante, a State Grid, deverá publicar até o próximo dia 22 de outubro o edital.

A OPA terá como objeto 243.602.472 ações ordinárias, ao preço de R$ 14,60 cada, portanto de R$ 3,556 bilhões, valor que será corrigido pela taxa Selic desde a data de fechamento da venda do controle, 23 de janeiro de 2017, até a data de liquidação.

O preço por ação havia sido questionado por fundos acionistas, mas a CVM analisou e negou o recurso interposto pelos fundos Pátria Energia, GMR Energia, Arrow, DEG - Deutsche Investitions - Und Entwicklungsgesellschaft mbH e IFC - International Finance Corporation.