Mercados

CTG Brasil protocola prospecto para fazer IPO

Empresa de energia teria interesse em levantar US$ 1 bilhão em recursos

R

Raquel Brandão

29 de novembro de 2022, 17h51

A CTG Brasil, subsidiária brasileira da empresa de energiaChina Three Gorges International, entrou com pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para oferta pública inicial de ações (IPO). Hoje a chinesa é dona de 100% da companhia.

Acesse o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Com uma conta gratuita.

Faça parte

Continua após a publicidade

O prospecto preliminar, que dá mais detalhes da oferta não diz quantas ações serão vendidas tampouco o valor, mas fontes ligadas à empresa disseram, anteriormente, à agência de notícias Reuters que a companhia pretendia levantar US$ 1 bilhão no mercado.

Veja também

Segundo a empresa, os recursos devem ser destinados ao pagamento de dividendos intermediários declarados aos acionistas da companhia em 30 de setembro de 2022 e a investimento na construção de projetos renováveis.

A expectativa é de que a operação aconteça em janeiro. Para isso, a CTG Brasil contratou os bancos Citi, BTG Pactual (grupo controlador da Exame), Itaú BBA,Bank of America e Bradesco BBI.

Dona de 17 usinas hidrelétricas e 11 usinas eólicas, a CTG Brasil foi criada em 2013. Apesar de ter capilaridade no território nacional, a empresa possui seus ativos localizados majoritariamente na região sudeste e centro-oeste do país,
equivalente a 92,1% de sua capacidade total instalada. No total, a companhia tem8,3 gigawatts de capacidade instalada.

Nos nove meses de 2022 até o fim de setembro, a companhai registrou R$ 4,55 bilhões de receita líquida, em estabilidade com mesmo período de 2021. O lucro líquido, no entanto, cresceu 62%, para R$ 1,66 bilhão, e o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação amortização) avançou 17,6%, para R$ 2,82 bilhões.

Continua após a publicidade

Últimas notícias

ver mais

Continua após a publicidade

Brands

ver mais

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais