Acompanhe:

Corretoras vão disputar investidores ‘ao vivo’ pelo menor preço nos EUA

SEC aprovou programa da Nyse onde empresas tentarão oferecer as menores taxas para o varejo durante o pregão

Operador da Nyse: tecnologia para dar liquidez no varejo estreia em agosto (Mario Tama/ Getty Images)

Operador da Nyse: tecnologia para dar liquidez no varejo estreia em agosto (Mario Tama/ Getty Images)

L
Lilian Sobral

9 de julho de 2012, 17h03

São Paulo – A SEC (Securities and Exchange Commission,regulador do mercado financeiro) aprovou um programa da Nyse que pode reduzir custos para investidores de varejo.

Segundo comunicado da bolsa americana, alguns investidores desse segmento negociarão ordens específicas numa plataforma separada, onde as corretoras oferecerão as melhores taxas para concretizar as ordens. Será como uma espécie de ‘leilão’, onde o menor preço ganha.

Segundo a NYSE, o projeto, batizado de “Programa de Liquidez do Varejo”, é uma iniciativa pioneira. A intenção é colocar a nova plataforma para funcionar no primeiro pregão de agosto desse ano.

O sistema, porém, estará disponível para ordens específicas, e não para o público em geral (que não visualizará ofertas praticadas).