Invest

Citi diz que otimistas do petróleo ‘entenderam tudo errado’

Os futuros de petróleo Brent negociados em Londres saltaram acima de US$ 80 o barril pela primeira vez em dois meses na semana passada

Petróleo: a oferta está aumentando fora da OPEP+ (thinkstock/Thinkstock)

Petróleo: a oferta está aumentando fora da OPEP+ (thinkstock/Thinkstock)

Bloomberg
Bloomberg

Agência de notícias

Publicado em 17 de julho de 2023 às 14h09.

Os otimistas do mercado de petróleo que voltaram a apostar na alta de preços cometem um grande erro, de acordo com um dos analistas de commodities mais respeitados de Wall Street.

Os futuros de petróleo Brent negociados em Londres saltaram acima de US$ 80 o barril pela primeira vez em dois meses na semana passada, com sinais de que o aumento da demanda e os cortes de produção da OPEP+ finalmente teriam deixado a oferta global mais apertada.

Mas é só aparência, disse o veterano de mercado Ed Morse, chefe de pesquisa de commodities do Citigroup.

As restrições de produção da Arábia Saudita e seus parceiros camuflam a ausência de uma recuperação sólida da demanda na China, o maior importador de petróleo do mundo, segundo Morse.

Os investidores comprados em petróleo “entenderam tudo errado”, disse. “O mundo ainda espera por uma verdadeira recuperação da China, a Europa está em recessão e ainda não sabemos se os EUA terão um pouso forçado.”

Os fundamentos do mercado de petróleo estão frágeis há algum tempo, disse Morse.

OPEP+

A oferta está aumentando fora da OPEP+. A produção de petróleo dos EUA atingiu volume recorde em março e desencadeou uma enxurrada de exportações. A produção também tem aumentado em nações mais conturbadas da aliança, como Irã, Venezuela e Nigéria. Os estoques de petróleo provavelmente aumentaram no mês passado, disse Morse.

Foram necessários mais de 2 milhões de barris por dia de cortes nas quotas de produção pelos sauditas e seus parceiros da OPEP+ para neutralizar esse excesso e sustentar os futuros perto de US$ 80, de acordo com Morse.

Sem se deixar levar pelo rali da semana passada, o Citigroup mantém sua previsão de preço de US$ 83 o barril durante o verão do hemisfério norte, que começou no final do mês passado.

Os dados chineses divulgados nesta segunda-feira corroboram a visão de Morse. A segunda maior economia do mundo se expandiu mais lentamente do que o projetado no segundo trimestre.

O barril de Brent, que subiu mais de 7% nas últimas três semanas, caiu até 2% nesta segunda-feira, para US$ 78,25.

Acompanhe tudo sobre:PetróleoOpepwall-streetInvestidoresCitiBloomberg

Mais de Invest

Nota Fiscal Paulista libera R$ 46 milhões em crédito; veja como transferir o dinheiro

Gosta de investir no mercado imobiliário? Aprenda as diferenças entre REITs e FIIs

Os 3 melhores fundos para investir no 2º semestre de 2024, segundo o BTG Pactual

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 21 milhões

Mais na Exame