Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Cinco empresas chinesas anunciam que vão retirar seus ADRs das bolsas de NY

São elas: China Life Insurance, PetroChina, China Petroleum & Chemical Corp., Aluminum Corp. of China e Sinopec Shanghai Petrochemical

Modo escuro

Todas as cinco empresas disseram que planejam entrar com pedido na Securities and Exchange Committee para retirar seus títulos neste mês (Petrochina/Getty Images)

Todas as cinco empresas disseram que planejam entrar com pedido na Securities and Exchange Committee para retirar seus títulos neste mês (Petrochina/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 12 de agosto de 2022, 10h37.

Em registros separados na bolsa de valores de Hong Kong, China Life Insurance, PetroChina, China Petroleum & Chemical Corp., Aluminum Corp. of China e Sinopec Shanghai Petrochemical disseram que vão pedir pela retirada voluntária de seus ADRs da New York Stock Exchange (Nyse), à medida que reguladores americanos e chineses permanecem em desacordo sobre os requisitos de auditoria.

A PetroChina citou o "ônus administrativo considerável para cumprir as obrigações de divulgação" necessárias para manter sua listagem nos EUA, enquanto muitas empresas notaram o volume limitado de negociação de seus ADRs.

A PetroChina disse que, em 9 de agosto, suas ADRs em circulação representavam cerca de 3,93% do total de ações listadas em Hong Kong e 0,45% do capital social total da empresa.

Todas as cinco empresas disseram que planejam entrar com pedido na Securities and Exchange Committee (SEC, a CVM americana) para retirar seus títulos neste mês. A deslistagem de seus ADRs da Nyse deverá entrar em vigor 10 dias depois, disseram eles.

Mais de 250 ações de empresas chinesas podem enfrentar fechamentos em massa nos EUA, se o país não conseguir chegar a um acordo com a China para que os reguladores americanos inspecionem os documentos de auditoria das empresas chinesas.

LEIA TAMBÉM:

Empresas chinesas investirão mais de US$ 2 bi no Uber

China Life e Baidu lançarão fundo de internet de US$ 1 bilhão

Bolsas da Ásia sobem com dados dos EUA; Hong Kong subiu 1,4%

Últimas Notícias

ver mais
Acordo sobre dívida nos EUA, Erdogan reeleito e o que mais move os mercados
seloMercados

Acordo sobre dívida nos EUA, Erdogan reeleito e o que mais move os mercados

Há 4 horas
Li Ning, chinesa de artigos esportivos, investe US$ 460 milhões em sua primeira fábrica inteligente
seloMercados

Li Ning, chinesa de artigos esportivos, investe US$ 460 milhões em sua primeira fábrica inteligente

Há 20 horas
Bilionários lideram apostas em ações de inteligência artificial
seloMercados

Bilionários lideram apostas em ações de inteligência artificial

Há um dia
Seacrest planeja 300 novos poços de petróleo e gás no Brasil
seloMercados

Seacrest planeja 300 novos poços de petróleo e gás no Brasil

Há um dia
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais