Acompanhe:

China zera inflação, follow-on da Hidrovias e o que mais move o mercado

Dados da inflação chinesa saem abaixo do consenso em meio a expectativa por estímulos e preocupação com baixo crescimento

Modo escuro

Continua após a publicidade
China: a maior questão geopolítica, no momento, é a possível invasão de Taiwan por parte do governo chinês (rawfile redux/Getty Images)

China: a maior questão geopolítica, no momento, é a possível invasão de Taiwan por parte do governo chinês (rawfile redux/Getty Images)

Bolsas internacionais operam sem uma direção definida na manhã desta segunda-feira, 10. Enquanto os principais índices da Europa recuperam parte das perdas da semana passada, os futuros americanos indicam mais um pregão de queda.

Na sessão anterior, os índices Nasdaq e S&P 500 caíram 0,13% e 0,29%, respectivamente, com investidores repercutindo os dados do payroll. Os números do mercado de trabalho americano saíram mistos. A criação de empregos saiu abaixo das expectativas, mas o salário por hora trabalhada saiu acima do esperado. A pressão salarial e a baixa taxa de desemprego de 3,5% são alguns dos pontos de preocupação do Federal Reserve (Fed) em sua luta contra a inflação.

Entre os membros do Fed que irão discursar nesta segunda estarão Michael S. Barr, Loretta J. Mester, Mary C. Daly e Raphael Bostic. Michael S. Barr, por sinal, foi um dos que votaram pela pausa na alta de juros na última decisão do Fed.

China zera inflação

Na Ásia, as bolsas fecharam em leve alta. No radar, estavam os dados da inflação chinesa divulgados ainda na noite de ontem, 9. Os números saíram abaixo do consenso.  O Índice de Preço ao Consumidor (IPC) da China caiu de 0,2% para 0% na comparação anual. Em junho, o IPC ficou negativo em 0,2%. Já o Índice de Preço ao Produtor (IPP) acelerou sua deflação, de 4,6% para 5,4% na comparação de 12 meses. A expectativa era de que o IPC anual se mantivesse em 0,2% de alta e que o IPP ficasse em 5% de queda.

Os baixos níveis de inflação na China têm ido na contramão de grandes economias não só do Ocidente, mas também do mundo oriental. O Japão, por exemplo, que tinha um problema histórico de deflação consistente, está com o IPC rodando a 3% ou acima desde agosto do ano passado. O controle sobre a inflação chinesa tem gerado expectativas por maior incentivo do governo ao crescimento, mas investidores têm tido alguma decepção nesta parte

De madrugada, a bolsa de Xangai fechou com 0,22% de alta, enquanto a de Hong Kong subiu 0,62%. As altas, no entanto, já são devolvidas nesta manhã, com o principal índice de Hong Kong (Hang Seng) caindo mais de 1% no mercado de futuros.

Ibovespa no último pregão

No Brasil, o Ibovespa subiu mais de 1% no último pregão, com o maior otimismo gerado pela aprovação da reforma tributária pela Câmara na semana passada. Com a firme alta, o Ibovespa chegou a sua décima semana positiva das últimas onze.

Hidrovias: Pátria e Sommerville vendem participação em follow-on

A Hidrovias anunciou que fará uma oferta pública subsequente (follow-on) para a venda de participação dos fundos Pátria e Sommerville. A oferta, totalmente secundária (sem emissão de novas ações), será de 100 milhões de ações, podendo ser acrescida em até 30%, dependendo da demanda. O follow-on poderá movimentar entre R$ 342 milhões e R$ 444,6 milhões (com o acréscimo de 30%), considerando a cotação do último fechamento, de R$ 3,42 por papel. A oferta será destinada exclusivamente a investidores profissionais.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lucro da Nvidia, Vale no projeto Minas-Rio e resultado do Assaí: os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Lucro da Nvidia, Vale no projeto Minas-Rio e resultado do Assaí: os assuntos que movem o mercado

Há 3 horas

Vale (VALE3) assina acordo de parceria com Anglo American
seloMercados

Vale (VALE3) assina acordo de parceria com Anglo American

Há 4 horas

Rolls-Royce sobe 7% após lucros mais que dobrarem em 2023
seloMercados

Rolls-Royce sobe 7% após lucros mais que dobrarem em 2023

Há 4 horas

Ações da Nvidia sobem 12% no pré-mercado após lucro surpreender
seloMercados

Ações da Nvidia sobem 12% no pré-mercado após lucro surpreender

Há 5 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais