Acompanhe:

Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3) capta R$ 96,5 milhões para investir em exportação

O capital adquirido pela CBA terá como objetivo o financiamento à exportação

CBA (CBAV3) (CBA/Divulgação)

CBA (CBAV3) (CBA/Divulgação)

Roberto Bodetti
Roberto Bodetti

5 de setembro de 2022, 17h43

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA, CBAV3) divulgou nesta segunda-feira, 5, a captação de R$ 95,6 milhões por meio de operações bilaterais. 

O capital adquirido pela CBA terá como objetivo o financiamento à exportação. Além disso, as operações que serão financiadas são consideradas empréstimos ligados à sustentabilidade (Sustainability-Linked Loans, no termo em inglês) pois estão associadas ao desempenho de certos indicadores de sustentabilidades.

De acordo com o fato relevante divulgado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia estabeleceu metas anuais para reduzir a emissão de gases que colaboram com o efeito estufa e que são gerados pela sua produção de alumínio primário.

A CBA reforçou seu comprometimento em ofertar um alumínio de baixa emissão de carbono, assim como estar alinhada ao combate contra as mudanças climáticas.

As metas estabelecidas pela companhia de alumínio foram analisadas por uma empresa especialista em sustentabilidade e serão auditados anualmente por uma empresa independente.

Resultados da Companhia Brasileira de Alumínio no 2T22

No segundo trimestre do ano, a CBA registrou um lucro líquido de R$ 511 milhões, resultado que representa um aumento de 29% se comparado com o mesmo período de 2021.

Os analitas consideraram a alta favorável para a companhia, tendo em vista os preços de alumínio que foram praticados durante o período.

A receita líquida da companhia aumentou em 22% se comparado com o segundo trimestre de 2021, registrando um resultado de R$ 2,3 bilhões de abril a junho.

O lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da companhia foi de R$ 641 milhões, aumento de 73% em comparação com o resultado do segundo trimestre de 2021.

A CBA registrou também um volume de vendas de alumínio de 112 toneladas, mostrando um recuo de 6% se comparado com o mesmo período no ano passado.

Por fim, o fluxo de caixa livre da CBA do segundo trimestre de 2022 fechou com uma variação negativa em R$ 191 milhões.