Banco BV emite CDB verde de R$ 10 milhões para a Mercedes-Benz

Objetivo da operação é prover funding para a unidade de negócios de financiamento de painéis solares do banco
BV: próxima operação ESG do banco deve envolver o negócio de financiamento de veículos híbridos e elétricos do banco (Banco BV/Divulgação)
BV: próxima operação ESG do banco deve envolver o negócio de financiamento de veículos híbridos e elétricos do banco (Banco BV/Divulgação)
Marília Almeida
Marília AlmeidaPublicado em 26/05/2022 às 06:00.

O BV emitiu um Certificado de Depósito Bancário (CDB) verde para a unidade de carros da Mercedes-Benz Brasil, no valor de R$ 10 milhões.

O objetivo da operação, que tem prazo de dois anos e usou parte do caixa da montadora, é prover funding para o negócio de financiamento de placas solares do banco. Para garantir ao investidor que os recursos aportados serão utilizados para esse propósito, o BV utilizou o serviço de uma certificadora.

Em 2021, o BV emitiu mais de 750 milhões de LFs verdes com lastro em projetos de energia solar. O negócio mais do que dobrou desde o início do ano passado até o primeiro trimestre deste ano: a carteira de crédito do banco relacionada a energia solar passou de R$ 1 bilhão para R$ 3 bilhões no período.

Confira uma seleção exclusiva de empresas sustentáveis para investir e tenha acesso gratuito a relatórios do tema.

O portal Meufinanciamentosolar é um esforço do banco, que tem o financiamento de veículos como principal negócio, em diversificar suas frentes de negócios, priorizando o viés ESG, explica Rogerio Monori, diretor de atacado do banco BV.

A próxima operação ESG deve envolver o negócio de financiamento de veículos híbridos e elétricos do banco.

Outras iniciativas verdes

Como o BV financia especialmente carros usados, que são mais poluentes, outra forma de compensar essas emissões é comprando creditos de carbono. Desde 2021 o banco faz a neutralização integral das emissões dos veículos financiados. "Os créditos que adquirimos já equivalem a emissões de uma cidade do tamanho de Curitiba", aponta Monori.

O BV tem o compromisso de financiar ou distribuir R$ 80 bilhões de ativos ESG em mercado de capitais até 2030. Desde 2021 já financiou e distribuiu R$ 7,4 bilhões para negócios ESG no varejo e no atacado. O objetivo é que cada negócio no banco responda por 50% da meta.

Em 2020 o BV realizou a emissão de US$ 50 milhões em títulos verdes, e foi a primeira instituição financeira privada a emitir um green bond com certificação internacional. No mesmo ano, a asset do banco adquiriu R$ 30 milhões em Letras Financeiras (LFs) verdes do BNDES.