Invest

Ata do Fed sinaliza taxa alta por algum tempo e riscos mais equilibrados

A ata mostrou que as autoridades do Fed se aproximam de uma perspectiva de política simétrica

FED: Os participantes consideraram que, com a orientação da política monetária em território restritivo (Samuel Corum//Getty Images)

FED: Os participantes consideraram que, com a orientação da política monetária em território restritivo (Samuel Corum//Getty Images)

Bloomberg
Bloomberg

Agência de notícias

Publicado em 11 de outubro de 2023 às 16h28.

Os membros do banco central dos EUA, o Federal Reserve, concordaram que a política monetária deveria permanecer restritiva durante algum tempo para continuar o processo de redução da inflação. Eles também observaram que os riscos se tornaram mais equilibrados, de acordo com a ata da reunião de setembro.

“Os participantes consideraram que, com a orientação da política monetária em território restritivo, os riscos para se atingir os objetivos do comitê tornaram-se mais bilaterais”, segundo o documento divulgado em Washington nesta quarta-feira.

“Todos os participantes” concordaram que o comitê estava posicionado para “proceder com cautela” e que as decisões de política monetária dependeriam dos dados e levariam em conta “o equilíbrio dos riscos”.

A ata mostrou que as autoridades do Fed se aproximam de uma perspectiva de política simétrica, em que o risco de aperto excessivo e recessão são pesados para o prolongamento da inflação acima de 2%.

Na reunião, o Fed manteve a taxa de juro de referência num intervalo de 5,25-5,5%, no mês passado, sinalizando que as taxas permaneceriam mais altas por mais tempo do que o esperado anteriormente, após mais um aumento nas taxas este ano.

Desde então, um aumento nas taxas de longo prazo dos treasuries levou alguns dos dirigentes a sugerir que poderiam adiar outro aumento na reunião de 31 de outubro a 1 de novembro, enquanto analisam o cenário.

A ata observou que “a maioria” das autoridades do Fed considerou que mais um aumento nas taxas “provavelmente seria apropriado” para ajudar a acalmar a demanda e aproximar a inflação de sua meta de inflação de 2% nos próximos dois anos, enquanto “alguns” disseram que “nenhum aumento adicional seria justificado.

Acompanhe tudo sobre:Fed – Federal Reserve Systembolsas-de-valoresMercado financeiro

Mais de Invest

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2749: prêmio acumulado é de R$ 19 milhões

Nota Fiscal Paulista libera R$ 46 milhões em crédito; veja como transferir o dinheiro

Gosta de investir no mercado imobiliário? Aprenda as diferenças entre REITs e FIIs

Os 3 melhores fundos para investir no 2º semestre de 2024, segundo o BTG Pactual

Mais na Exame