Acompanhe:

Assaí (ASAI3): Casino quer vender participação em follow-on de até R$ 3,5 bi

Venda, considerando lote suplementar, pode chegar a 13,37% das ações da empresa; fatia atual do Casino é de 41%

Assaí Atacadista: Grupo controlador pode reduzir participação em até R$ 3,5 bi (Assaí/Divulgação)

Assaí Atacadista: Grupo controlador pode reduzir participação em até R$ 3,5 bi (Assaí/Divulgação)

G
Guilherme Guilherme

Publicado em 28 de novembro de 2022, 11h20.

Última atualização em 28 de novembro de 2022, 11h27.

O grupo francês Casino irá reduzir sua participação no Assaí (ASAI3) em follow-on de distribuição secundária anunciado nesta segunda-feira, 28. A previsão inicial é de que 140,8 milhões de ações sejam vendidas na operação, que terá Wilkies, Géant International e Helicco, ligadas ao Casino, como acionistas vendedoras.

O Casino é o principal acionista da companhia, com 41% de participação.

A oferta, de esforços restritos, será destinada apenas a investidores profissionais, sem prioridade aos atuais acionistas de subscrição das ações. O follow-on será realizado  simultaneamente no Brasil e exterior, onde a venda irá ocorrer por meio de ADRs.

O início do período de reserva e apresentação aos investidores (roadshow) será nesta segunda-feira, 28, com término previsto para amanhã, 29, quando deverá ser fixado o preço por ação. Considerando a cotação do último fechamento, de R$ 19,21, a oferta poderá movimentar R$ 2,7 bilhões. Todo o dinheiro irá para o Casino.

A oferta global ainda poderá ser acrescida em até 35,2%, o que elevaria o número de ações vendidas para 180,3 milhões, podendo movimentar R$ 3,46 bilhões. Se confirmada a quantidade máxima, a venda representaria 13,37% da empresa.

O follow-on terá como coordenador-líder no Brasil o Itaú BBA. Na oferta global, atuarão em conjunto como coordenador-líder o J.P. Morgan e a BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da Exame).

Leia mais: Assaí vai inaugurar mais lojas do que o previsto em 2022