Mercados

As empresas que ignoraram a maré pessimista do mercado

Levantamento da Economatica mostra quem mais ganhou valor de mercado, em valores absolutos, em novembro na Bovespa

Contra a corrente (Getty Images)

Contra a corrente (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de dezembro de 2013 às 05h12.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 15h22.

Acompanhe tudo sobre:3GÁguaAmbevAnhanguera EducacionalB3BB SeguridadeBebidasbolsas-de-valoresBraskemCalçadosCarnes e derivadosCogna Educação (ex-Kroton)ContaxCopasaCPFLEmbraerEmpresasEmpresas abertasEmpresas belgasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEmpresas italianasEmpresas japonesasempresas-de-tecnologiaEnergia elétricaEquipamentos e peçasEstatais brasileirasFleuryGerdauHoldingsJBSKepler WeberLightLinxMáquinas e peçasMineraçãoMultiplusOperadoras de celularPorto Seguroprogramas-de-fidelidadeQuímica e petroquímicaRoupasSabespSaneamentoSer EducacionalServiçosServiços diversosServiços operacionaisSetor de educaçãoSetor de saúdeSetor de transportesetor-de-segurosSiderurgiaSiderurgia e metalurgiaSiderúrgicasSmilesTelecomunicaçõesTIMTupyUsiminasValeVarejoVia VarejoVulcabras AzaleiaWEGYduqs / Estácio

Mais de Mercados

Dólar em queda e bolsa em alta: as primeiras reações no mercado após desistência de Biden

Realização de lucros? Buffett vende R$ 8 bilhões em ações do Bank of America

Goldman Sachs vê cenário favorável para emergentes, mas deixa Brasil de fora de recomendações

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Mais na Exame