Acompanhe:

ANP assina 58 contratos de concessão da Oferta Permanente

Bônus de assinatura passam de R$ 422 milhões

 (Saulo Cruz/Agência Brasil)

(Saulo Cruz/Agência Brasil)

A
Agência Brasil

8 de dezembro de 2022, 16h29

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) assinou hoje, 8, no Rio de Janeiro, 58 contratos relativos aos blocos arrematados no terceiro Ciclo da Oferta Permanente de Concessão (OPC), realizado em abril deste ano.

Todos os contratos são na modalidade concessão e, segundo a agência, geraram uma arrecadação de R$ 422.217.152,64 em bônus de assinatura. Com isso, serão investidos pelo menos R$ 405,250 milhões na fase de exploração no Rio Grande do Norte, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Santa Catarina e Paraná.

Mantenha-se atualizado sobre as empresas com maior destaque no mercado. Assine a EXAME por menos de R$11/mês.

Empresas

Assinaram contratos as empresas 3R Areia Branca S.A., Ecopetrol Óleo e Gás do Brasil Ltda., Energy Paranã Ltda., Imetame Energia Ltda., Newo Óleo e Gás Ltda., NTF Óleo e Gás S.A., Origem Energia S.A., Petroborn Óleo e Gás S.A., Petro-Victory Energia Ltda., Seacrest Petróleo S.A., Shell Brasil Petróleo Ltda. e Total Energies EP Brasil Ltda.

O primeiro ciclo da Oferta Permanente de Partilha de Produção (OPP) está marcado para 16 de dezembro. Serão licitados 11 blocos do polígono do pré-sal: Ágata, Bumerangue, Cruzeiro do Sul, Esmeralda, Jade, Sudoeste de Sagitário e Tupinambá, localizados na Bacia de Santos; e Água Marinha, Norte de Brava, Itaimbezinho e Turmalina, na Bacia de Campos.

LEIA TAMBÉM: