Acompanhe:

Ambipar (AMBP3) compra de empresa de R$ 1 bi de faturamento nos EUA

Aquisição da Witt O’Briens é a maior já realizada pela divisão Ambipar Response; empresa foi avaliada em R$ 838,2 milhões

Logo da Ambipar (Instagram/Reprodução)

Logo da Ambipar (Instagram/Reprodução)

G
Guilherme Guilherme

Publicado em 14 de setembro de 2022, 12h39.

Última atualização em 14 de setembro de 2022, 12h40.

A Ambipar (AMBP3) anunciou nesta quarta-feira, 14, a compra da Witt O’Briens, avaliada em US$ 161,5 milhões (R$ 838,2 milhões), por meio de sua subsidiária Ambipar Response. A aquisição foi a maior já realizada pela divisão de atendimento emergenciais da companhia. As ações da Ambipar sobem 5%.

A Witt O’Briens é líder global em gerenciamento de crises e emergências para clientes corporativos e encerrou 2021 com equivalente a R$ 1,034 bilhão e Ebtida de R$ 183,3 milhões.

A aquisição representa grande passo para a expansão da Ambipar Response, que encerrou o primeiro semestre com receita líquida de R$ 713,7 milhões.

Com sede nos Estados Unidos, a Witt O’Briens tem atuação nos cinco continentes e em países como França, China, Índia e Japão. São mais de 1.200 clientes, tendo entre eles líderes das cadeias de petróleo e energia, que Ambipar terá acesso. A empresa brasileira planeja oferecer a esses clientes a complementariedade de serviços, com os já executados pela Response.

"Essa sinergia comercial será materializada através de iniciativas de cross-selling e permite à Ambipar criar um produto único no mercado americano", afirmou a Ambipar em fato relevante.

A Ambipar acredita que, além de fortalecer sua marca no mercado americano, a aquisição deve "facilitar o acesso a projetos de larga escala com alto potencial de contratação dos serviços" já oferecidos.

A compra da Witt O’Briens ocorre próxima da estreia das ações da Ambipar Response no mercado americano. A operação, anunciada ao mercado em julho, ocorrerá por meio da fusão com a SPAC HPX, com a divisão Response se tonando empresa de capital aberto na NYSE sob o ticker "AMBI".

A Ambipar ainda informou que a compra não será submetida à aprovação de acionistas e nem ensejará em direito de recesso por ser realizado por uma subsidiária de capital fechado.

Leia mais: