• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Amazon perde US$ 180 bi em valor de mercado após 1º prejuízo desde 2015

Resultado foi afetado por investimento em fabricante de carros elétricos; perda foi de US$ 3,8 bilhões no período
Amazon: o prejuízo líquido ficou em US$ 3,8 bilhões (Getty Images/Chris Ratcliffe/Bloomberg via)
Amazon: o prejuízo líquido ficou em US$ 3,8 bilhões (Getty Images/Chris Ratcliffe/Bloomberg via)
Por Guilherme GuilhermePublicado em 29/04/2022 11:47 | Última atualização em 29/04/2022 13:03Tempo de Leitura: 2 min de leitura

As ações da Amazon desabam 12,5% nesta sexta-feira, 28, com investidores reagindo ao balanço do primeiro trimestre da companhia, divulgado na última noite. Com a desvalorização, a empresa perde cerca de US$ 180 bilhões em valor de mercado, que passa a ser de US$ 1,27 trilhão.

A empresa de Jeff Bezos teve prejuízo líquido de US$ 3,8 bilhões no período, ficando em US$ 7,56 por ação. A Amazon não registrava um prejuízo desde 2015. A expectativa de analistas era de lucro de US$ 8,37 por ação.

"A diferença se deve à marcação a mercado do investimento na Rivian, fabricante de veículos elétricos, que valia US$ 90 bilhões no final de 2021 e hoje tem market cap de US$ 29 bilhões. A Amazon sofreu impacto de US$ 7,6 bilhões no resultado, ou quase US$ 15 por ação. Excluindo esse efeito, o lucro ajustado por ação foi de US$ 7,38, ainda abaixo do esperado", afirmou em nota, Bernardo Carneiro, analista de BDRs do BTG Pactual.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

O resultado também contrasta com o registrado no primeiro trimestre de 2021, quando a companhia registrou lucro líquido de US$ 8,1 bilhões.

A pandemia e a guerra na Ucrânia, segundo Andy Jassy, CEO da Amazon, causaram crescimento e desafios "incomuns" para a empresa.

A receita da companhia ficou em US$ 116,44 bilhões, 7% superior ao registrado no mesmo período de 2021. Embora as vendas de produtos tenha caído em US$ 1 bilhão para US$ 56,5 bilhões, a receita com serviços mais do que compensou, passando de US$ 51 bilhões para US$ 60 bilhões.

A Amazon ainda informou que espera obter entre US$ 116 bilhões e US$ 121 bilhões de receita no segundo trimestre. O guidance, segundo Carneiro, foi "desanimador".

"O crescimento implícito neste guidance ficará entre 3% e 7% sobre o 2T21, mostrando novamente uma forte desaceleração nas vendas", disse.