J&F contrata Bradesco BBI para intermediar OPA da Alpargatas

Alpargatas anunciou que contratou o Bradesco BBI para coordenar a oferta de aquisição de ações (OPA) obrigatória

	Alpargatas: empresa dona da marca Havaianas, que foi comprada pela J&F, contratou Bradesco BBI para coordenar OPA
 (Kai Hendry/Wikimedia Commons)
Alpargatas: empresa dona da marca Havaianas, que foi comprada pela J&F, contratou Bradesco BBI para coordenar OPA (Kai Hendry/Wikimedia Commons)
Por Da RedaçãoPublicado em 13/07/2016 10:44 | Última atualização em 13/07/2016 10:44Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - A Alpargatas informou nesta terça-feira, 12, que a J&F Investimentos, que recentemente comprou o controle da companhia em novembro de 2015, contratou o Bradesco BBI para prestar serviços de intermediação no âmbito da oferta pública para aquisição de ações (OPA) obrigatória.

Em novembro do ano passado, a J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista, que também controla a JBS (dona da Friboi), comprou a fatia da Camargo Corrêa na Alpargatas por pouco mais de R$ 2,6 bilhões.

Nesse tipo de operação, a empresa compradora é obrigada a fazer uma oferta para adquirir os papéis que estão nas mãos dos minoritários.

A venda da Alpargatas foi acertada em poucos dias, no fim do ano passado, dentro da estratégia da Camargo Corrêa de reduzir seu portfólio.

O preço pago pelo ativo foi considerado alto e surpreendeu investidores e fundos de private equity que também estavam interessados na aquisição da fabricante da Havaianas.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

*Atualizada às 10h43 para correção do título