Ações do Alfa chegam a superar 40% de alta após venda de controle para o Safra

Safra deverá protocolar pedidos de OPA na CVM em até 30 dias
Fachada do Banco Alfa: ações disparam após acertar venda para o Safra (foto/Wikimedia Commons)
Fachada do Banco Alfa: ações disparam após acertar venda para o Safra (foto/Wikimedia Commons)
Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Publicado em 24/11/2022 às 11:37.

Última atualização em 24/11/2022 às 12:10.

As ações de empresas do Conglomerado Alfa chegam a saltar mais de 40% nesta quinta-feira, 24, após a companhia anunciar a venda de controle para o Safra. A operação, divulgada na última noite, foi firmada por meio de um acordo para a compra pelo Safra de toda a participação da Administradora Fortaleza nas companhias do grupo Alfa.

A lista de empresas inclui o Banco Alfa, Banco Alfa de Investimento, Consórcio Alfa, Financeira Alfa, Alfa Seguradora, Alfa Previdência e Alfa Arrendamento Mercantil. 

O preço acordado pela compra foi estimado em R$ 1,03 bilhão, com base em 70% de todo o patrimônio de cada uma das empresas somado às posições em caixa. O valor final da transação ainda pode mudar, dependendo da variação patrimonial.

Entre os papéis listados do grupo Alfa, as ações preferenciais da Alfa Financeira (CRIV4) são as que mais sobem, com a valorização chegando perto de 44% na máxima do pregão. As ações do Banco Alfa de Investimento (BRIV4) sobem cerca de 30%, da Alfa Consórcio, cerca de 23%, e da Alfa Holding (RPAD6), 17%.

O Safra se comprometeu a protocolar na CVM os respectivos pedidos de Oferta Pública de Aquisição (OPA) em até 30 dias. A conclusão da operação ainda depende da aprovação do Banco Central, do Cade e da Susep.