Ação da T4F tem espaço para recuperação, diz analista

Ágora reduz em 50% o preço-alvo aos papéis, mas reitera recomendação de compra

São Paulo – As ações da Time for Fun (SHOW3) têm espaço para recuperação na bolsa após a recente queda por conta da concorrência e uma menor venda de ingressos para shows ao vivo ao ar livre, afirma o analista José Cataldo, da Ágora Corretora, em relatório. O preço-alvo foi reduzido de 21,20 reais para 10,70 reais. A recomendação de compra foi reiterada.

“Em síntese, reduzimos nossas estimativas para a T4F adotando uma posição mais conservadora, tendo em vista as expectativas futuras, bem como a maior volatilidade dos resultados da empresa encontra-se demasiadamente elevado”, explica Cataldo. A empresa divulgou na segunda-feira um comunicado em que admitia as dificuldades nas operações.

“Entendemos que o baixo desempenho dos conteúdos de música ao vivo outdoor, notadamente em relação ao público pagante, que foge totalmente da nossa experiência histórica neste tipo de evento, não pode ser associado a um único fator determinante, mas a uma conjuntura de fatores”, disse Marcelo Martins Louro, diretor de RI e Financeiro da empresa em uma nota.

Além da concorrência, que levou o Cirque du Soleil para a IMX, de Eike Batista, o setor tem tropeçado no esfriamento da economia brasileira. As projeções mais otimistas veem um crescimento um pouco acima de 1% em 2012. A valorização de aproximadamente 20% do dólar também tem encarecido os custos de artistas internacionais e de produção. Por fim, a T4F sofre com as operações na Argentina. O país vive um tumulto econômico, com risco de calote crescente e divergências sobre os dados da inflação.

“Por outro lado, vale ressaltar que todos os fatores anteriormente citados já se encontram precificados nas ações SHOW3 após as recentes quedas. Sendo assim, vislumbramos espaço para a recuperação da empresa, principalmente, no médio e longo prazo. Permanecemos desta maneira, com recomendação de compra para a Time for Fun”, afirma Cataldo. As ações da empresa têm queda de 35,5% em 2012. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.