Acompanhe:

10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Persio Arida tenta tranquilizar clientes do BTG


	 Persio Arida tenta tranquilizar clientes do BTG
 (Daniela Toviansky)

Persio Arida tenta tranquilizar clientes do BTG (Daniela Toviansky)

L
Letícia Toledo

26 de novembro de 2015, 08h32

São Paulo - Confira as principais notícias desta quinta-feira (26):

1 - Prisão de Esteves cria dúvidas sobre futuro do BTG. Pelo que se viu nesta quarta-feira, 25, no mercado financeiro, a prisão do banqueiro André Esteves pode custar caro para o BTG Pactual, instituição com R$ 300 bilhões em ativos que ele presidia na condição de acionista controlador até ser preso na Operação Lava Jato.

2 - Persio Arida tenta tranquilizar clientes do BTG. O presidente interino do BTG Pactual, Persio Arida, buscou tranquilizar clientes nesta quarta-feira, afirmando que o nível de solvência do banco é tranquilo e que o banco não é feito por apenas uma pessoa, após a prisão do presidente e controlador da instituição, o banqueiro André Esteves.

3 - Moody's avalia ratings do BTG Pactual para rebaixamento. A agência de classificação de risco Moody's colocou em revisão para rebaixamento o perfil de risco de crédito individual (BCA, na sigla em inglês) do BTG Pactual, "baa3", e seus ratings por conta da prisão de André Esteves, presidente-executivo e controlador da instituição financeira.

4 - BR Properties vende 5 ativos imobiliários à BRE Ponte. A companhia de investimentos em imóveis comerciais BR Properties informou que concluiu a venda à BRE Ponte Participações de cinco ativos imobiliários pelo valor bruto de 694 milhões de reais.

5 - Em meio a crise, construtora CFL aposta no alto padrão em SC. Apostando no mercado de alto padrão, a construtora CFL está construindo um empreendimento audacioso em Florianópolis, SC. Em meio à crise econômica do país, que atinge o setor imobiliário, ela está investindo 250 milhões de reais em um complexo que une escritórios e serviços, o Square Corporate.

6 - IPC-Fipe tem alta de 0,99% na 3ª quadrissemana de novembro. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo registrou alta de 0,99 por cento na terceira quadrissemana de novembro, após avançar 0,94 por cento na segunda quadrissemana do mês, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta quinta-feira.

7 - Rússia amplia controle de importação de alimentos da Turquia. A Rússia fortaleceu o controle sobre importações de alimentos e produtos agrícolas da Turquia, informou o Ministério da Agricultura em comunicado nesta quinta-feira.

8 - 2ª parcela do décimo terceiro vai custar R$ 15,9 bilhões. O pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário vai custar mais de R$ 15,9 bilhões à Previdência Social. No total, 28 milhões de beneficiários têm direito à gratificação natalina, informou o Ministério do Trabalho e Previdência Social.

9 - Entidades sindicais criticam manutenção da taxa Selic. A Força Sindical manifestou posição contrária à política econômica do governo e disse que a manutenção da taxa Selic, em 14,25%, vai prejudicar a indústria e o comércio neste final de ano.

10 - Imposto de Importação sobre aço pode aumentar, dizem fontes. O governo federal decidiu criar um grupo de trabalho para decidir ainda este ano se eleva o Imposto de Importação que incide sobre o aço, apesar de protestos contrários de associações industriais, afirmaram a Reuters nesta quarta-feira duas fontes com conhecimento do assunto.