O que é o Índice Vix e para que ele serve?

Conhecer o Índice Vix é muito importante para aqueles que querem investir em renda variável no exterior
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 25/08/2022 às 18:00.

Índice Vix é o nome dado a um índice muito importante para o mercado americano que mede o sentimento do mercado de ações.

Sendo assim, conhecer o Índice Vix é muito importante para aqueles que querem investir em renda variável no exterior.

O que é o Índice Vix?

O índice Vix é um índice de ações muito usado para medir o preço das opções de ações que estão presentes no S&P 500, o famoso índice de ações dos EUA. Sendo assim, esse índice mostra como anda a expectativa em relação à performance das ações americanas pelos próximos 30 dias.

Uma vez que ele mostra a expectativa em relação ao mercado americano, pode-se dizer que o VIX Index é um indicador de risco.

Assim, como uma ação pode se valorizar de forma rápida, ela também pode perder o seu preço de forma repentina. Portanto, quanto maior for a variação, maior é considerado o risco do ativo financeiro.

Dessa forma, o VIX Index pode ter seu uso pelos traders, que são especialistas em análise técnica, para ter como base em suas operações. Assim, eles podem usar o Vix como indexador em seu trabalho.

Como funciona o Índice Vix?

O índice VIX consegue medir a volatilidade do mercado de ações em tempo real, sendo um importante termômetro para o mercado.

Sendo assim, ele mede a variação do preço de uma ação ao longo de um tempo. Dessa forma, ele se tornou uma ferramenta fundamental para ser usada como base em negociações de curto prazo feita por traders.

Assim, os traders buscam avaliar o comportamento das ações e fazem operações que os permite alcançar rentabilidades mais interessantes.

De fato: a volatilidade de um ativo é uma importante característica que investidores usam para verificar o comportamento de um ativo.

Porém, o VIX é inovador no sentido de avaliar a intensidade da volatilidade das 500 maiores ações que são negociadas no mercado de ações dos EUA.

Para isso, ele usa como base o S&P 500, o principal benchmark da economia norte-americana, composto pelas 500 maiores empresas do país.

Dessa forma, como ele representa variações importantes no mercado financeiro dos EUA, ele é um indicador que faz parte do dia a dia dos investidores.

Esse cálculo é válido por 30 dias e, quanto maior estiver, mais volatilidade haverá no mercado. Assim, quanto mais os preços variam, maior é a apreensão dos atuantes no mercado.

Qual é a importância do índice Vix?

Esse índice de mercado, por estar atrelado ao mercado financeiro dos EUA, tem impacto no comportamento dos ativos.

Ou seja: quando o mercado fica pessimista, os investidores tendem a preferir a renda fixa americana. Com isso, as ações americanas tendem a perder valor.

Além disso, as ações internacionais também tendem a sofrer queda de cotação, uma vez que são ativos mais arriscados do que as empresas americanas. 

Portanto, toda a economia global sofre influência direta da economia dos Estados Unidos, por causa de seu poder econômico.

Assim, quando o índice VIX indica otimismo, a renda variável tende a se beneficiar. Por outro lado, quando ele indica pessimismo, os investidores retornam à renda fixa.

Sendo assim, fica claro que, ainda que seja um índice americano, o VIX impacta toda a economia mundial com seus resultados.

Quais os fatores que afetam o Vix?

Existem vários fatores que afetam o VIX, como, por exemplo, as mudanças nas taxas de juros dos Estados Unidos, que são definidos pelo FED (o Banco Central americano).

Assim, quando as taxas de juros se elevam, a tendência é que o VIX indique um cenário pessimista. E quando elas diminuem, o VIX indica resultados positivos.

Há, ainda, a influência da inflação, uma vez que esse é um fator que enfraquece a força do dólar no cenário internacional.

Por fim, é possível citar também a presença de investidores institucionais aplicando seu capital nos EUA. Quando eles saem do país, há um pessimismo no mercado e isso pode prejudicar a economia.

Sendo assim, tudo isso pode alterar a direção da bolsa de valores dos EUA e modificar os seus resultados, causando assim variação no VIX.

Como surgiu o índice Vix?

Primeiramente, o conceito de índice de volatilidade foi criado pelo pesquisador Robert E. Whaley. Entretanto, esse conceito ficou apenas na academia por um tempo.

Entretanto, já em 1992, a Bolsa de Valores de Chicago foi encarregada de criar uma forma para avaliar a volatilidade do mercado.

Assim, em 1993, a Chicago Board Options Exchange (CBOE) já começou a usar esse índice como referência do sentimento do mercado de ações nos EUA.

Ainda hoje, esse é um índice fundamental para avaliar a volatilidade das ações americanas, de forma que gestores de fundos de investimentos internacionais sempre estão analisando-o.

Qual a composição do índice Vix?

A composição do índice Vix é simples: ele avalia a volatilidade do Standard & Poor’s 500, uma cesta com as 500 principais ações dos Estados Unidos.

O S&P 500 é, de fato, o termômetro das ações americanas, pois é o principal benchmark desse mercado. Além disso, existem o Dow Jones e o NASDAQ.

Avaliando o mercado como um todo, é possível também avaliar como está o sentimento em relação à performance desse mercado. Por isso, o Vix cresceu em popularidade rapidamente desde a sua criação.

Gestores criam diversas estratégias de fundos de investimentos com base no sentimento de mercado que esse índice avalia.

Você ainda tem dúvidas sobre o funcionamento do índice Vix na economia americana? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é a SEC?
Os dez homens mais ricos do mundo em 2022
O que é Dow Jones?