Como analisar o desempenho de fundos multimercado: quais fundamentos você deve saber

Se você é um aspirante que deseja iniciar nesse mercado, confira as dicas que separamos para identificar os melhores fundos multimercado
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 18/07/2022 às 18:00.

Última atualização em 05/08/2022 às 14:09.

Os fundos multimercados representam uma categoria de investimento alternativo que utiliza diversas estratégias de investimento com o intuito de gerar maiores retornos independentemente das condições de mercado.

Para isso, as estratégias de investimento de fundos multimercados podem incluir praticamente qualquer tipo de investimento, desde ativos tradicionais, como ações e títulos, até outros tipos de alternativas, como private equity e derivativos.  

Sendo assim, se você é um aspirante que deseja iniciar nesse mercado, conhecer algumas dicas para análise de performance é uma ótima ideia para compreender e identificar os melhores fundos multimercados

Quais são os fundamentos para análise de fundos multimercados?

Antes de entender as métricas que medem a performance dos fundos multimercados, é necessário estabelecer as bases. Pode ser tentador supor que a Carteira A seja um investimento mais bem-sucedido, supondo que a Carteira A tenha um retorno sobre o investimento maior do que a Carteira B. 

No entanto, isso não considera o perfil de risco de cada carteira. Em outras palavras, retornos modestos em investimentos de alto risco podem ser considerados mais bem-sucedidos do que altos retornos em investimentos de baixo risco. 

Isso é especialmente importante quando se trata de fundos multimercados, um setor de investimento projetado para compensar o risco e superar o mercado com base em uma carteira bem diversificada e administrada.

Além disso, a análise de fundos multimercados depende muito de benchmarks. Em outras palavras, como o objetivo é superar o mercado, sua análise precisa de um ponto de referência. 

Sendo assim, as métricas que medem o desempenho dos fundos multimercados são baseadas em vários fatores, incluindo risco e recompensa, para comparar com o IBOV ou outros índices de investimento.

Métricas de desempenho

Para participar de um fundo multimercado, o investidor precisa entender como o desempenho é medido. Aqui estão algumas dicas para análise de performance mais comum. 

Beta

Beta (β) é uma medida do risco de um ativo ou carteira em relação ao risco de mercado. Como resultado, se um ativo tem um beta de 1, ele tem o mesmo perfil de risco do mercado. 

Importante destacar não haver beta “bom” ou “ruim”, tudo depende do apetite de risco do investidor. Sendo assim, se o mesmo prefere investimentos mais seguros, uma carteira com beta de 0,3 (30% de risco de mercado) pode ser uma boa escolha. 

Em contrapartida, se o investidor estiver mais confortável com um nível de risco mais elevado, um portfólio com um Beta de 1,3 (130% de risco de mercado) pode ser mais atraente.

Alfa

Embora possa parecer um retrocesso, o Beta constrói as bases para o Alfa (α), sendo a diferença entre o retorno de um ativo ou carteira e o retorno do benchmark, relacionado ao valor (Beta) do risco assumido. 

Em outras palavras, Alfa é o retorno extra que o ativo ou portfólio obtém além dos retornos de mercado. Ele responde à pergunta: “Se beta for igual a 1, quão melhor ou pior o desempenho do ativo do que o mercado?” 

Sendo assim, o indicador Alfa leva o risco em consideração, permitindo que os investidores possam comparar diretamente o retorno de seus ativos com o retorno do mercado.

Índice de Sharpe

O índice de Sharpe trata-se do retorno percentual por unidade de risco, podendo ser usado para comparar diretamente o desempenho de dois ativos ou carteiras com diferentes níveis de risco.

Desse modo, assim como o Alfa, o índice Sharpe mede o desempenho versus risco, no entanto, em vez de comparar um ativo ao mercado, ele compara vários ativos entre si. Um índice de Sharpe maior que 1 pode ser considerado bom, enquanto um índice abaixo de 1 deve ser julgado pela classe de ativos ou estratégia de investimento utilizada.

Essas dicas para análise de performance envolvendo conceitos e métricas básicas são apenas a ponta do iceberg dos fundos multimercados. Notadamente, cada métrica leva em consideração a relação de um ativo ou carteira com seu benchmark, ponderando os riscos envolvidos, porém, cada métrica fornece uma perspectiva única de desempenho.

Foi possível obter algumas dicas para análise de performance em fundos multimercado? Confira também em nosso Guia de Investimentos outros conteúdos sobre o mercado financeiro, como:

Como é o prazo de resgate de fundos multimercado?
Fundos offshore: o que são e quais são seus benefícios?
Dividendos: como posso acompanhar o recebimento?

Veja Também

O que é alíquota e como ela é cobrada?
Guia
Há um dia • 6 min de leitura

O que é alíquota e como ela é cobrada?