Calor do deserto pode gerar eletricidade? Em Dubai, isso já está no radar

A energia armazenada no deserto vai abastecer o complexo Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, uma usina solar nos arredores de Dubai

O principal fornecedor de energia em um dos maiores parques solares do mundo contratou a Azelio AB para fornecer tecnologias que podem ser usadas para transformar o calor armazenado no deserto em eletricidade após o pôr do sol.

A Azelio vendeu armazenamento e um motor Stirling para o complexo solar Mohammed Bin Rashid Al Maktoum em Dubai, de acordo com comunicado. A energia solar gerada a partir do campo de 950 megawatts será usada para aquecer um bloco de alumínio reciclado a 600 graus Celsius durante o dia. O motor Stirling pode então ser usado para transformar o calor em energia durante a noite.

“Nosso armazenamento de energia de longa duração pode tornar a energia solar disponível 24 horas por dia de uma forma acessível”, disse Jonas Eklind, diretor-presidente da Azelio no comunicado. A empresa sediada em Gotemburgo, na Suécia, não revelou o tamanho da unidade ou o valor do pedido. A tecnologia está disponível em unidades com até 100 megawatts de capacidade.

A ALEC Energy, que está desenvolvendo o complexo solar MBR, fez o pedido. O projeto de Dubai é propriedade conjunta da Dubai Electricity & Water Autority, ACWA Power e Silk Road Fund. Eles planejam expandir a capacidade do parque para 5.000 megawatts até 2030.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.